01
Nov 12

Novas máquinas de lavar roupa terão que gastar menos água e energia

O novo modelo deve ser de 15% a 20% mais econômico. Só os equipamentos mais eficientes vão conseguir o selo do Inmetro com a letra "A".

As novas máquinas de lavar roupa terão que gastar menos água e menos energia elétrica. Só os equipamentos mais eficientes vão conseguir o selo do Inmetro com a letra "A".

A etiqueta de consumo de energia foi a primeira coisa que dona Maria Isabel olhou quando chegou à loja pra trocar a máquina de lavar.

“A minha já é bastante antiga. Então estou olhando justamente por causa disso mesmo. Para trocar por causa do consumo de energia mesmo”, contou Maria Isabel Sales, aposentada.

E o consumidor vai poder economizar ainda mais na conta de luz. Uma portaria do Inmetro, que será publicada no mês que vem, determina que os fabricantes terão que seguir regras mais rigorosas para que os produtos tenham o selo de economia com a letra "A".

O novo modelo deve ser de 15% a 20% mais econômico. E as lavadoras terão uma nova etiqueta pra facilitar o entendimento do consumidor.

“Tiramos uma série de informações da etiqueta que não eram importantes. Que falavam do Inmetro, que falavam dos parceiros do Inmetro, isso foi reduzido, foi enxuto. De tal forma que a área da etiqueta possa ficar com informações mais claras. Por exemplo, claramente dizer quanto que aquela máquina consome de água numa lavagem. É claramente dizer para o consumidor quanto que ele vai gastar de energia”, afirmou Gustavo Custer, gerência de regulamentação Inmetro.

Em uma fábrica, em Belo Horizonte, foram dois anos de pesquisa até conseguir melhorar o desempenho dos equipamentos.

“A gente tem conseguido cada dia mais vender mais máquinas estando com selo Procel e "A" no Inmetro”, disse Marcelo Soares, diretor industrial.

As novas lavadoras devem chegar ao mercado no início do ano que vem. E nos próximos 24 meses todas as lojas já devem ter os modelos mais econômicos.

“É melhor pagar mais e levar um produto que consuma menos”, contou uma mulher.

“Tem que economizar. Porque aí você compra mais roupa pra lavar mais”, revelou um homem.
 fonte:http://g1.globo.com/

publicado por adm às 20:44 | comentar | favorito
13
Out 12

Clatronic MWA 3101: mini máquina para a roupa ideal em viagem

À venda por cerca de € 70, esta mini máquina de lavar roupa é pequena e leve, ideal para viagens e campismo ou, ainda, para pequenas peças ou tecidos delicados.


Se não tem espaço para uma máquina clássica ou procura um pequeno modelo portátil para usar em viagem, a Clatronic MWA 3101 pode ser uma opção. Tem capacidade para 1,5 quilos de roupa e lava eficazmente, tanto algodão como tecidos sintéticos. Mas não centrifuga e deixa um excesso de resíduos de detergente nos tecidos. Quem sofre de alergias, deverá passar a roupa por água antes de a estender.

O consumo de energia é bastante baixo, mas o mesmo não se poderá dizer da quantidade de água usada na lavagem e no enxaguamento. A utilização é muito simples, embora, para retirar a água do tambor, seja necessário colocar a mangueira de escoamento a um nível inferior. Além disso, as pegas são muito pequenas, o que não facilita o seu transporte.

 

A Clatronic MWA 3101 permite lavar 1,5 quilos de roupa em 30 minutos.A Clatronic MWA 3101 permite lavar 1,5 quilos de roupa em 30 minutos.

Retrato robot

 

A Clatronic MWA 3101 mede 44,5 cm de altura, 35 cm de largura e 37 cm de profundidade. Com estas dimensões, tem cerca de metade do tamanho de uma máquina clássica (cujas dimensões médias rondam 84, 60 e 54 cm, respetivamente) e lava um quarto da roupa. Tem uma capacidade máxima para 1,5 quilos de roupa de algodão, contra 6 a 9 quilos de carga, num modelo clássico.

Por ser uma máquina portátil, é importante que o cabo da Clatronic MWA 3101 seja comprido: com 1,6 metros, é razoável.

A programação faz-se através de um temporizador até um máximo de 15 minutos. Tem ainda uma mangueira para abastecimento e escoamento de água, mas atenção: como não tem válvula, não deve ligá-la diretamente ao sistema de abastecimento de água.

 

O carregamento da máquina faz-se pelo topo.O carregamento da máquina faz-se pelo topo.
Painel frontal : à esquerda, a entrada para abastecer com água e, à direita, um temporizador até 15 minutos.Painel frontal : à esquerda, a entrada para abastecer com água e, à direita, um temporizador até 15 minutos.

Utilização simples, mas com truque

 

Utilizar a Clatronic MWA 3101 não tem grandes segredos. É relativamente simples. Depois de introduzir as peças a lavar e o detergente diretamente na roupa, deverá encher o aparelho com água. Encha à temperatura que desejar, já que a máquina não dispõe de elemento aquecedor. São necessários 13 litros para lavar 1,5 quilos de roupa.

Para o abastecimento de água, poderá usar um balde ou alguidar, por exemplo, ou a mangueira fornecida com o aparelho. Coloque a ponta em funil por baixo de uma torneira e a outra ponta na entrada da máquina. Existe um indicador do nível de água.

No final do programa de lavagem, é pelo mesmo orifício que se esvazia a água da máquina. Mas terá de colocar a mangueira a um nível mais baixo para que a água escoe, uma vez que o aparelho não dispõe de uma bomba de escoamento.

Se achar que a máquina deixa um excesso de vestígios de detergente, passe a roupa por água. Como a máquina não dispõe de centrifugação, deverá espremer e torcer a roupa antes de a estender.

 

Abasteça a máquina com 13 litros de água, introduzindo a mangueira fornecida na entrada para a água.Abasteça a máquina com 13 litros de água, introduzindo a mangueira fornecida na entrada para a água.
As pegas são muito pequenas, o que não facilita o transporte da máquina.As pegas são muito pequenas, o que não facilita o transporte da máquina.

Pequeno concentrado de eficácia

 

Testámos a lavagem da Clatronic MWA 3101 tal como costumamos fazer com as restantes máquinas: com a carga máxima e 80% da carga de algodão e com 1 quilo de sintéticos. Optámos por usar programas de meia hora para ambos os tipos de tecidos.

A eficácia a lavar algodão e sintéticos é muito boa. Mas o enxaguamento desilude, com resultados bastante maus.

Aumentar o tempo do programa, por exemplo, para 45 minutos, não traz vantagens: a eficácia de lavagem, que já era boa, mantém-se e o enxaguamento não melhora. Na verdade, este não depende do tempo, mas da quantidade de água e essa não muda.

A Clatronic não tem centrifugação, pelo que deverá espremer e torcer a roupa antes de a estender.

 

Mini consumos de energia

 

O consumo de energia é mínimo: 0,05 kWh por quilo de roupa, tanto de algodão como de sintéticos. A quantidade de água corresponde ao nível marcado na máquina. Para uma carga de 1,2 quilos, o consumo foi de 10 litros para a lavagem e cerca de 9 para o enxaguamento. Por quilo de roupa, é um consumo bastante elevado, quando comparado com as máquinas clássicas.

 

fonte:http://www.deco.proteste.pt/eletrodomesticos/maquinas-lavar-roupa/testes-primeira-impressao/clatronic-mwa-3101-mini-maquina-para-roupa-ideal-em-viagem


publicado por adm às 22:38 | comentar | favorito
18
Dez 11

Máquinas de lavar com nova etiqueta energética

Depois dos frigoríficos e televisores, as máquinas da roupa e loiça têm a etiqueta energética renovada. Simplicidade na apresentação e regras mais exigentes na atribuição visam aparelhos mais eficientes e poupanças mais expressivas.

 

Passados 20 anos sobre o lançamento da primeira etiqueta, que contemplou os frigoríficos, a União Europeia teve de introduzir modificações tanto no design como nas regras de atribuição, já desajustadas da realidade. Para conceder a etiqueta às máquinas de lavar a roupa, era registado apenas o consumo anual do programa de lavagem de algodão a 60oC, um dos mais usados à época em que os requisitos foram aplicados.

Os nossos testes provam que, com um detergente eficaz, é possível reduzir a temperatura para 40 ou mesmo 30oC, o que faz cair o consumo para um terço. Mesmo no programa de lavagem de sintéticos a 40oC, um bom detergente ou o pré-tratamento das nódoas corta os gastos para metade. Por isso, já em 2007 defendíamos a necessidade de adaptar a certificação, o que incrementaria a concorrência e poderia saldar-se no aparecimento de programas ainda mais económicos.

As máquinas da loiça também não eram avaliadas no todo, mas apenas quanto ao programa económico. Porém, o mais utilizado na altura em que a etiqueta foi criada era o normal ou universal. Atualmente, algumas máquinas já não fazem a diferenciação entre o programa normal e o económico.

Máquinas da roupa com escala renovada

  • A nova etiqueta possui 7 classes energéticas, entre A+++ e D. No cálculo do consumo anual, são incluídos os gastos em stand-by.
  • A eficiência energética é apurada para o programa de algodão a 60oC, com carga total e parcial, e 40oC, com carga parcial. Os critérios de avaliação mudaram, pelo que não é possível comparar a escala antiga com a nova.
  • O consumo de água considera 220 ciclos anuais, ou seja, 4 por semana. A etiqueta indica a capacidade da máquina em quilos, a eficiência da centrifugação e o nível de ruído no programa de algodão a 60oC.
  • Uma futura máquina da classe A+++ com capacidade de 6 kg poupa cerca de 0,33 kWh por ciclo face à antiga classe A, o que representa um corte de quase 4% na despesa anual com eletricidade.

Máquinas da loiça com eficiência A

  • As classes vão de A+++ a D. O cálculo do consumo considera 280 ciclos anuais (5 por semana) e inclui o gasto em stand-by. Mas só tem em conta o programa normal com a carga completa.
  • O consumo de água também inclui 280 ciclos anuais. Já não é indicada a eficiência de lavagem, porque todas as máquinas são obrigadas a apresentar um desempenho igual ao da classe A.
  • Uma nova máquina A+++ (com capacidade para 12 pessoas) terá de gastar menos de 0,8 kWh por ciclo, o que permite cortar 6% nos gastos anuais.

Um ano inteiro de poupanças

  • Entre uma antiga máquina da roupa da classe C, que já não se encontra à venda, e um futuro aparelho da classe A+++, poupa até € 19 na fatura anual da eletricidade. No caso da máquina da loiça, a economia é superior: € 27 por ano. Pensando que os equipamentos podem durar 10 anos, e somadas estas poupanças ao que pode economizar com os novos frigoríficos e televisores, a escolha de aparelhos mais eficientes traduz-se numa fatura mais amiga do orçamento familiar.
  • Outras medidas simples podem abater mais alguns euros à despesa. Evite programas com temperaturas elevadas. Existem detergentes eficazes a baixas temperaturas. O pré-tratamento das nódoas também permite consumos mais reduzidos.
  • Use as máquinas com a carga completa. Duas meias gastam mais do que uma inteira. Limpe regularmente os filtros e distribuidores de detergente.
fonte:http://www.deco.proteste.pt/a
publicado por adm às 22:17 | comentar | favorito
19
Jun 11

Nova etiqueta energética para electrodomésticos é mais exigente

 

Em finais do ano passado criou-se uma nova legislação para a etiqueta energética, que já todos conhecemos e que indica a eficiência de um electrodoméstico em termos de consumo de energia. O nível de exigência subiu, sendo que alguns equipamentos passarão a ter sete classes (de A+++ a D) e outros chegarão mesmo às dez (de A+++ a G).

Assim, para todos os Estados-membros da União Europeia, as máquinas de lavar roupa, loiça, os equipamentos de refrigeração por compressão e ostelevisores (que nunca tinham tido etiqueta) passam a ser divididos em sete classes, enquanto os equipamentos de frio que fazem refrigeração por absorção e as garrafeiras frigoríficas serão divididos em dez.

Actualmente, a nova etiqueta encontra-se em fase de implementação voluntária, sendo que, após o fim das datas determinadas, os fornecedores serão mesmo obrigados a utilizá-la no mercado europeu. Após o dia 30 de Novembro, todos os frigoríficos, garrafeiras e televisores já devem conter os novos avisos e, depois do dia 20 de Dezembro, o mesmo acontece com máquinas de lavar roupa e loiça. Esteja atento!

O texto dará lugar a pictogramas, para que possa ser entendida em toda a União Europeia sem que se ponha a barreira da língua, e deverá ser fornecida uma etiqueta completa com cada unidade de produto. Além disso, é obrigatória a presença da informação de ruído em todos os produtos em que este critério seja importante. Veja as diferenças para a que se encontra ainda a ser usada. A partir de Março de 2012, surgirão ainda novas exigências no que toca a publicidade e material promocional.

O consumidor é cada vez mais exigente no que toca à eficiência energética das marcas e a etiqueta é um elemento fundamental de consulta na escolha de um novo electrodoméstico.

fonte:http://www.greensavers.pt

publicado por adm às 18:00 | comentar | favorito
03
Abr 11

Máquinas de lavar roupa: guia de compras

Os modelos acima de 1000 rpm não compensam: a quantidade de água extraída a mais é pouco significativa e a roupa fica mais amarrotada.

 

Os fabricantes publicitam maior capacidade das máquinas de lavar roupa como uma vantagem no consumo de eletricidade, mas só é verdade se usar com a carga completa. As meias-cargas consomem proporcionalmente mais água e eletricidade. Para ter uma ideia, uma família com 2 a 4 pessoas reúne em média 3,5 quilos de roupa por lavagem. Nestes casos, não compensa optar por um modelo com um tambor muito grande.

Se o espaço para a máquina de lavar roupa for limitado, esteja atento às dimensões, sobretudo a largura, que pode variar bastante. 

Programas úteis

  • Algumas máquinas chegam a exibir mais de 20 programas, o que faz aumentar o preço. Confira quais necessita.
  • Os programas têm temperaturas predefinidas. Mas há modelos com seletor de temperatura, para alterar em função das características da roupa.
  • A maioria inclui a função de paragem de cuba cheia. Interromper a lavagem antes da centrifugação é útil, quando não pode estender logo a roupa. Fica menos amarrotada.
  • A opção enxaguamento extra serve para retirar melhor os resíduos de detergente. É útil para pessoas com a pele sensível. Mas gasta cerca do dobro da água e eletricidade.
  • A maioria permite regular a velocidade de centrifugação. É prático, por exemplo, no verão, quando a roupa seca depressa. Quase todas permitem desativar a centrifugação, para tecidos mais delicados.
  • O programa de lavagem intensiva é indicado para roupa muito suja. Para roupa pouco suja, prefira o programa curto e temperaturas abaixo dos 30ºC.
  • Em quase todos os modelos pode programar o arranque para a noite e assim usufruir da tarifa bi-horária ou tri-horária.
  • Os idosos e pessoas com deficiência ou dificuldades motoras devem escolher uma máquina com controlos rotativos, texto e símbolos claros. As portas que abrem a 180° são mais práticas para quem use cadeira de rodas.

Amigas do ambiente e da carteira 

  • Escolha um modelo com uma etiqueta energética superior: A+ a A+++. Veja também o custo da utilização por lavagem.
  • O mesmo modelo chega a ter diferenças de cerca de 200 euros nas lojas. Vale a pena comparar preços.
  • Junte a roupa necessária para uma carga completa. Duas lavagens a meia carga gastam mais do que uma cheia.
  • Prefira programas e detergentes eficazes a baixas temperaturas. Use a quantidade de detergente e amaciador recomendada pelo fabricante: em excesso não lava melhor e desperdiça dinheiro. Além disso, pode formar-se uma massa rígida que se mantém na gaveta, dificultando a eficácia da lavagem.
  • Separe a roupa pelo tipo de tecido e sujidade e selecione o programa adequado para um uso mais eficiente e menor consumo de energia.
  • Reserve as temperaturas elevadas, acima de 60ºC, para toalhas e roupa de cama, de forma a eliminar ácaros e bactérias, e se alguém em casa estiver doente.
  • Sempre que possível, prefira o estendal. O sol e o vento secam de forma gratuita e ecológica. Se estiver bom tempo, reduza a velocidade da centrifugação. Quase todas as máquinas têm um seletor de centrifugação.
  • Apanhe a roupa do estendal ainda um pouco húmida, para gastar menos energia a passá-la a ferro.
  • Limpe o filtro sempre que a máquina não efetuar o enxaguamento, em cada 3 meses.
  • fonte:http://www.deco.proteste.pt/roupa/maquinas-de-lavar-roupa-guia-de-compras-s595101/rss/1.htm

 

publicado por adm às 11:19 | comentar | favorito
18
Jan 11

Eficiência da máquina de lavar roupa Dicas

A invenção da máquina de lavar revolucionou elétrico movido a roupa foi lavada maneira. As anilhas primeiros foram muito simples se comparado ao de hoje máquinas sofisticadas como a AEG máquinas de lavar roupa ou as máquinas de lavar roupa Beko. A máquina vem com instruções, mas também existem algumas dicas simples para ajudar a sua máquina de lavar roupa AEG funcionar mais eficientemente. 

Lavar com cargas completas (não sobrecarregados) vai ajudar a sua máquina funcionar da forma mais eficiente. A máquina é projetada para executar melhor quando está na capacidade adequada. Além disso, o equipamento utiliza apenas água para limpar um pouco menos, metade da carga como lavar uma carga completa, por isso a carga total é um uso mais econômico da água. 

Abaixar a temperatura da sua carga de lavagem pode ajudar a reduzir seus custos de energia. Mesmo uma redução de dez graus na temperatura da água pode resultar em uma economia de energia de dez por cento de carga. Você também pode usar a configuração de frio em sua máquina de lavar roupa AEG maiores poupanças. Muitos fabricantes de detergentes produzir detergente especialmente concebido para o cenário lava fria. 

Reduza a quantidade de detergente utilizado. Os fabricantes de detergentes fazer recomendações sobre o quanto de seus produtos para uso. Eles recomendam que você use detergente muito mais do que você realmente precisa, assim você acaba comprando mais. O que eles não dizem é que os consumidores roupas fiquem tão limpo usando menos detergente. 

Um ciclo de centrifugação adicional é outra maneira simples e eficaz para tornar a sua máquina mais eficiente. Isto irá remover mais água do que apenas um ciclo de centrifugação, que vai reduzir o tempo de sua roupa precisa gastar no secador.

fonte:http://artigo.polomercantil.com.br

publicado por adm às 22:02 | comentar | favorito
15
Jan 11

Maquinas de lavar – Entenda antes de comprar!

Atualmente a maquina de lavar roupa é um eletrodoméstico comum em lares modestos ou requintados, esse tipo eletrodoméstico possui esse termo por utilizar água em conjunto com outros itens para realizar a limpeza desejada.

As máquinas de lavar roupa atuais permitem selecionar opções específicas de lavagem de acordo com a necessidade do momento. Através de seu painel eletrônico, selecionamos o tipo de lavagem com base no tipo de tecido e a situação atual da roupa exemplo: encardida, amarelada ou com manchas.


Muitos desses eletrodomésticos oferecem funções de lavagem eficientes e econômicas baseadas na quantidade de roupa ou louça inserida no equipamento, através de seu painel conseguimos visualizar o nível de água e sabão necessário para realizar determinada lavagem

Atualmente muitas marcas de eletrônicos tem investidos em maquinas de lavar, como no caso da LG que á mais ou menos 3 anos está com a linha Prime e Discovery aqui no Brasil. O diferencial da LG é a vasta opção de tipos de lavagem, o motor Direct Drive com 1º anos de garantia e a economia de água e luz que está proporciona.


Grande parte das lavadoras possui funções de enxágüe, reenxágue, centrifugação além de oferecer compartimentos específicos para o sabão em pó e o amaciante, caso o equipamento seja uma lava roupa.

Podemos citar dois tipos de máquinas de lavar roupa: eixo horizontal, onde a porta está localizada na frente do equipamento, ou vertical onde a porta se localiza na parte superior


O modelo mais comum desse tipo de eletrodoméstico, possui o eixo vertical, esse modelo permite que seja realizado a interrupção da lavagem da roupa, pois a porta está localizada na parte superior da máquina.

Novos modelos de máquina de lavar roupa tem surgido no mercado, substituindo grande parte dos sistemas mecânicos que eram utilizados para controlar o processo de lavagem de roupas ou de louças pelos novos sistemas eletrônicos. Os novos modelos, também podem oferecer a função de lavagem e secagem em um único equipamento.

publicado por adm às 22:45 | comentar | favorito

O QUE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO AO ESCOLHER A MÁQUINA DE LAVAR ROUPA

Antes de comprar uma máquina de lavar roupa, temos que considerar:



• O espaço: Calcule o lugar que vai destinar para o aparelho. Pense no futuro, pois é um aparelho que pode não ficar conosco por muitos anos.
• A quantidade de carga: há máquinas de lavar roupa que suportam de 5 a 6 quilos, e outras mais poderosas de até 11 quilos. É importante avaliar como será a função da máquina, contemplando a quantidade de roupa suja por semana.
Não é a mesma funcionalidade se for para um casal do que se for para uma família com crianças pequenas.
• O tipo de carga: a máquina de lavar pode ser de carga frontal ou horizontal.
As de carga superior, muitas vezes são mais estreitas, ocupando assim menos espaço, e nelas podemos interromper a lavagem para acrescentar mais roupas em qualquer momento.
• A centrifugação: o número de rotações por minuto (RPM) é um dado importante.
Determina quanto a roupa ficará seca após a lavagem. Para aqueles sem um lugar para pendurar roupas, o ideal é que fiquem apenas úmidas.
• A função anti-rugas: quanto maior a velocidade de rotação maior será a quantidade de rugas, mas hoje muitas máquinas vêm com o sistema anti-rugas ou controle de centrifugação para medir sua intensidade.
• Time manager: permite controlar o tempo de lavagem. Nós podemos decidir quanto tempo dedicamos à lavagem das roupas em relação à sujeira e o tempo disponível.
Hoje as máquinas de lavar roupa vêm com muitas funções, combinações, lavagens de acordo com o tipo de vestuário, alertas automáticos e outras atrações. Mas é importante não perder de vista os aspectos fundamentais para a escolha de acordo com nossas necessidades.
publicado por adm às 22:43 | comentar | favorito
12
Jan 11

Como consertar máquinas de lavar roupa

Passos essenciais antes de qualquer reparação e manutenção:

1- Tenha certeza de que sua máquina de lavar esteja recebendo energia. Cheque a fiação, o conector, a tomada e os interruptores relacionados. Procure por fusíveis queimados ou curto-circuitos no painel principal. Se tudo estiver de acordo e a lavadora, ainda assim, não estiver funcionando, aperte o botão para reiniciá-la (caso a máquina possua um).

2- Para saber se a água está na temperatura certa, cheque se o botão desta função, localizado no painel de controlo, está devidamente configurado. Também verifique o controle de aquecimento da água, a configuração mínima não pode ser menor do que 49° Celsius.

3 -Confira se as torneiras de água estão ligadas e se as mangueiras de drenagem da água e do sabão encontram-se bem estendidas, sem nenhuma dobra. Se a máquina possuir um botão de economia de água, deixe-o apertado; a água pode não circular pelo esguicho do filtro caso a cesta não esteja cheia e este botão devidamente accionado.

4- Verifique se o botão de liga/desliga está na posição certa e de que a tampa esteja bem fechada. Examine o fecho para ter certeza de que ele não esteja obstruído por restos de sabão ou pequenos resíduos de tecidos.

Como desmontar a máquina de lavar

O corpo da lavadora normalmente deve ser desmontado para a realização de reparos e de algumas manutenções. A máquina de lavar é conectada tanto ao sistema eléctrico quanto ao fornecimento de água. Cuidado: tenha certeza de que, tanto a fiação eléctrica quanto as mangueiras de água da máquina de lavar, estejam desconectadas antes de desmontá-la ou incliná-la. Para desmontar sua máquina delavar, faça o seguinte:

Passos para desmontar a máquina de lavar:

1- Para remover o painel de controlo, tire os parafusos que o anexam à máquina. Eles estão normalmente localizados abaixo de um pequeno molde ou enfeite. Em alguns modelos pode ser necessário retirar, também, a parte de trás do painel, igualmente aparafusada à máquina, para se chegar nas partes que necessitam de reparos. Botões no painel de controlo são, quase sempre, de fricção e irão se desprender. No entanto, alguns deles podem estar presos por pequenos parafusos em sua base, solte estes parafusos com uma chave de fenda ou uma chave Allen e puxe os botões directamente dos eixos.

2- Para remover o painel de serviço retire os parafusos que o prendem, então estenda um lençol, sem uso, no chão para proteger o acabamento da máquina de lavar. Sempre verifique se a máquina e as mangueiras estão sem água. Tombe-a para frente ou para os lados no intuito de ganhar acesso a parte inferior, que normalmente não possui nenhum painel de serviço, pois é aberta.

2- Para remover a parte superior, insira uma espátula com lâmina resistente na união dos painéis laterais e de cima e, com seu punho, dê uma leve batida. Isto deve ser necessário para soltar os clipes de mola e, assim, permitir a remoção desejada. Um dos elementos que fazem as máquinas de lavar tão difíceis de serem consertadas são os inúmeros instrumentos de controlo que ela possui (componentes que controlam outras funções, como botões e timers).

Como limpar a máquina de lavar

Limpe regularmente o painel e a porta da lavadora para prevenir o acúmulo de sujeira e de detergente. Aolavar materiais de algodão, remova os resíduos que ficarem na tina após o processo. O local de depósito do sabão pode causar mau cheiro nas peças lavadas. Para resolver este problema adicione 0,5 kg de amaciador ou um copo de vinagre branco e execute todo um ciclo de lavagem. Se ainda assim o cheiro estiver incomodando, lave o interior da tina com uma solução caseira de amónia e detergente suave.

Como consertar a bomba de água

De todos os componentes de uma máquina de lavar, a bomba de água provavelmente é a que mais sofre, pois está constantemente em uso. Quando a bomba falha, você pode ver o sistema de drenagem da água para fora da tina parar de funcionar ou escutar um alto ressonar dentro da máquina. Siga os passos abaixo para solucionar esse problema:

1º Verifique as mangueiras de drenagem para ter certeza de que elas estejam funcionando adequadamente. Depois, remova as mangueiras de suprimento de água localizadas na parte traseira da lavadora. Com alicates longos, retire os filtros de entrada das válvulas ou tire-os directamente das mangueiras. Lave tudo cuidadosamente. Reponha-os e ligue as mangueiras. Se a máquina continuar tremendo ou não apresentar drenagem, examine a bomba.

2º Para aceder à bomba, primeiro retire toda a água da tina da máquina e depois tombe a lavadora para frente, utilizando alguma protecção no chão para não danificar o acabamento. Remova o painel de serviço traseiro. A bomba é normalmente localizada ao longo do fundo da máquina, mas com a lavadora tombada para frente é mais fácil retirá-la pela parte de trás do que pela parte de baixo.

3º Localize a bomba. Ela possui duas mangueiras largas anexadas com clipes de mola ou de grampo. Se estes forem do primeiro tipo, aperte com alicates as duas extremidades do clipe ao mesmo tempo para soltá-los. Se forem do segundo, desparafuse o colar de metal para afrouxar o grampo. Desconecte as mangueiras puxando-as. Se estas estiverem com dobras ou ondulações nas conexões, estique-as tanto quanto puder. Ligue a máquina e verifique se as dobras não eram a causa do problema. Se este persistir, você terá que remover a bomba de água.

4º Para remover a bomba, solte o ferrolho que mantém a correia de direcção esticada e mova no encaixe do motor da máquina de lavar para soltá-la. Tire o motor do caminho e desconecte a bomba, que é, normalmente, presa por dois ou três ferrolhos hexagonais localizados na parte debaixo do seu conjunto. Quando for retirar o último dos suportes, sustente a bomba com a sua mão, para então retirá-la da lavadora.

5º Se puder, analise a bomba separadamente, pois o problema pode estar sendo causado por fiapos, sujeira ou pedaços de roupa e de papel obstruindo o sistema de impulsão desta peça. Limpe todos os resíduos no interior da bomba e nos tubos de água. Após esta limpeza, remonte e reinstale a bomba na máquina e teste-a. Se este procedimento não der resultados ou se for impossível retirar o sistema do corpo da lavadora, substitua as peças antigas por novas do mesmo modelo.

6º Para instalar uma nova bomba, a coloque na posição adequada e conecte os ferrolhos ao redor do local deste sistema. Coloque o motor novamente em sua posição e aperte a correia de direcção, com um martelo ou com uma pequena barra de ferro, para deixá-la esticada. Ela deve ter aproximadamente 1,3 cm de desvio ao ser pressionada em seu ponto central, entre as duas polias.

7º Volte a ligar as mangueiras que passam pela bomba. Separe a bomba e limpe todos os fragmentos em seu interior. Limpe também resíduos que estejam nos tubos de água.

Como consertar o botão de selecção da temperatura

Este botão do painel de controlo regula a temperatura da água dentro da tina e exerce uma função durante o ciclo de enchimento. Se suspeitar que esteja com problemas, remova-o e leve-o a algum profissional para que ele seja testado (esses testes necessitam de equipamentos especiais). Outra alternativa é enganchar um arame entre os terminais do botão, se a água fluir, ele estará com defeito. Nesse caso, o botão necessita ser trocado por um novo do mesmo tipo. Conecte este novo botão da mesma forma que estava o antigo.
Se existir um problema tanto na temperatura da água como no processo de enchimento da tina, o defeito deve atingir tanto o botão como o timer. Teste os componentes de ambos e os troque se necessário. Os procedimentos para o teste do timer serão descritos mais abaixo.

Como consertar a tina e o agitador

tina ou cesta, da máquina de lavar geralmente não causa problemas. No entanto, pode acontecer dessa peça danificar as roupas, fazer muito barulho, vibrar ou parar completamente. Se a roupa for rasgada durante o ciclo de lavagem, procure por irregularidades na superfície da tina. Se encontrar um ponto áspero, pode ser possível alisá-lo com a ajuda de uma lixa. Se tentar lixar este ponto e não obtiver resultados ou se precisou chegar ao metal para tirar a aspereza, a tina deve ser trocada. Neste caso, a melhor ideia é, provavelmente, trocar de máquina de lavar. O agitador, parte que se encaixa no eixo datina, também pode danificar as roupas caso suas hélices estejam rachadas ou quebradas. Uma solução temporária é abrandar as lascas usando um alicate para, ao modelar o plástico, diminuir as áreas prejudicadas. Mas isto é como tampar o sol com a peneira; o agitador precisa ser substituído. Troque o agitador antigo por um novo do mesmo modelo. Para fazer isso, desaparafuse a tampa no topo desta peça, retire-a e puxe a peça toda para cima, ela deve sair. Caso não consiga movê-la, tente bater algumas vezes na sua lateral com um martelo. Se ainda assim não conseguir retirá-la, calque a parte inferior do agitador para desalojá-lo e, então, colocar o novo agitador em seu lugar e trocar a sua tampa. Outro ponto que pode provocar ruídos é a porca do suporte da cesta. Aperte-a se possível, caso contrário, troque-a. Paradas repentinas da tina podem ser causadas pela quebra da correia do motor, mas normalmente elas ocorrem devido a problemas com a própria roupa. Verifique se não existem peças molhadas em volta do fundo do eixo da tina ou, ainda, abaixo de peças como o agitador e o cesto. Remova essas peças para retirar a roupa mais facilmente.

Como consertar o botão de controlo do nível da água

Este é outro botão presente no painel de controlo, normalmente localizado próximo ao botão de temperatura da água. Existe uma pequena mangueira conectada a este botão e, geralmente, esta pode sofrer algum desgaste e se desconectar. Quando isso acontece, a água na tina quase sempre transborda. Para resolver este problema, corte aproximadamente 1,3 cm na extremidade da mangueira. Use um adaptador para voltar a ligar o botão. Problemas no botão, propriamente dito, também podem resultar em transbordo da tina ou outras complicações relacionadas ao nível da água. Se suspeitar que este é o caso, remova o botão retirando os parafusos que o prendem e leve-o a um profissional para que este o teste. Se for necessário, troque o botão por um novo do mesmo tipo.

Como consertar o timer

A maioria dos timers de máquinas de lavar é digital ou mecânica. O timer controla a maior parte das operações de uma lavadora: nível da água, enchimento e esvaziamento da tina, duração e configuração das sequências dos ciclos. Por esta razão, qualquer conserto no timer deve ser feito por um profissional. No entanto, existem algumas verificações que você pode fazer se suspeitar que o problema esteja relacionado a esta peça. Pode até ser possível que você mesmo instale um novo timer.

1º Desligue a máquina de lavar da tomada. Para aceder ao timer, remova os botões e o painel de controlo. Em alguns casos será no painel frontal, em outros, pode ser que o caminho ao timer se encontre por algum painel traseiro. Cuidadosamente examine a fiação que conecta o timer às outras partes da máquina. Se existir algum fio frouxo ou desconectado, tente colocá-los na posição correcta. Utilize alicates longos para evitar o rompimento das conexões, nunca puxe um fio com a mão.

2º Para testar o timer utilize um voltímetro configurado na escala RX1. Desligue a força deste botão e prenda cada uma das sondas do voltímetro em uma das direcções. O voltímetro deve indicar o número zero se o timer estiver funcionando. Como este é um botão múltiplo, teste cada um dos terminais de ciclos possíveis separadamente. O ponteiro deve indicar zero em todos eles. Se houver uma ou mais indicações acima de zero, o timer está com problemas e deve ser trocado.

3º Para trocar o timer, desparafuse e desconecte o antigo. Instale um novo timer especificamente feito para o modelo da máquina de lavar que possui. Se existirem muitas fiações ligadas ao botão peça para que uma pessoa o ajude segurando o novo timer ao lado do antigo durante o conserto. Para não se confundir durante o processo, desconecte as fiações antigas uma de cada vez para, assim, conectar as novas fiações correspondentes separadamente. Outra opção é desenhar um diagrama com as conexões antes de remover o timer antigo. Depois que instalar todos os fios, verifique novamente as conexões para, somente então, instalar o novo botão. Na próxima secção, iremos analisar dois dos elementos mais importantes de uma máquina de lavar, as válvulas de entrada da água e o agitador.

fonte:facavocemesmo

publicado por adm às 21:29 | comentar | favorito
19
Dez 10

Como funcionam as máquinas de lavar roupa

Ela provavelmente já lavou suas roupas centenas de vezes, mas você já se perguntou o que há por dentro de uma máquina de lavar roupa?

 

Como ela torce as roupas tão rápido sem vazar água? Por que é tão pesada? Como o agitador muda de direção? Nessa edição, nos aventuraremos no interior de uma máquina de lavar roupa para responder a todas essas perguntas e muito mais.

Começaremos explicando como uma máquina lava as roupas e, então, veremos como a máquina é montada, sua tubulação, o mecanismo de acionamento e os controles.

 

 

Lavar roupas

A operação de uma máquina de lavar roupa é bastante simples:

  • existem algumas coisas a serem decididas antes de começar a enchê-la com roupas, como sua capacidade (pequena, média, grande, extra grande), a temperatura da água para a lavagem e os ciclos de enxágüe (frio/frio, morno/frio, morno/morno, quente/frio), como a máquina deve agitar a roupa (delicada, tricô, pressão permanente, pesada) e a duração dos ciclos (quantidade de minutos, com base na sujeira das roupas).

     

  • Após colocar as roupas, a máquina enche o tambor com água e agita as roupas em círculo com a utilização de um agitador.

     

  • Após algum tempo, a máquina escoa a água e centrifuga as roupas para eliminar a maior parte da água. Em seguida, ela enche novamente e agita as roupas por mais um tempo para enxaguá-las. Depois, escoa a água e centrifuga novamente.

 

 

Dentro de uma máquina de lavar roupa

Se você olhar embaixo da máquina de lavar, verá o que a deixa tão pesada.

 


Motor e contrapeso

 

Isso mesmo, há na verdade um bloco de concreto na figura acima. O concreto existe para contrabalançar omotor elétrico igualmente pesado, que aciona uma caixa de câmbio bastante pesada, ligada ao tambor interno de aço. Existem muitos componentes pesados em uma máquina de lavar roupa.

A máquina de lavar roupa possui dois tambores de aço. O tambor interno é o que contém as roupas. Ele possui um agitador no meio, e as laterais são cheias de furos, de modo que a água possa sair durante a centrifugação.

tambor externo, que contém toda a água, é parafusado ao corpo da máquina. Já que o tambor interno vibra durante o ciclo de lavagem, ele deve ser montado de modo que possa se mover para os lados sem bater nas outras peças da máquina.

O tambor interno é preso à caixa de câmbio, que é fixada à estrutura de metal preta que você vê na figura acima. Essa estrutura segura o motor, a caixa de câmbio e o peso de concreto.

 


Sistema de suporte de cabo e polia

 

A figura acima mostra apenas a estrutura de metal preta, sem o tambor ou a caixa de câmbio. O cabo que você vê no lado esquerdo da figura é a outra extremidade do mesmo cabo que você vê no lado direito. Há um total de três polias, de modo que, se um lado da estrutura se mover para cima, o outro se moverá para baixo. O sistema suporta os componentes pesados, permitindo que se mova de maneira que não sacuda a máquina inteira.

Mas, se todas essas peças estão suspensas apenas por cabos, por que elas não giram o tempo todo?

Uma máquina de lavar possui um sistema de amortecimento que utiliza um freio para absorver a força das vibrações.

 


Sistema de amortecimento de vibração

 

Nos quatro cantos da máquina, existe um mecanismo que funciona como um freio a disco. A peça ligada à estrutura da máquina é uma mola. Ela pressiona dois blocos de borracha contra a chapa metálica que é presa à estrutura preta. Você pode ver onde os blocos amorteceram a chapa de movimentos durante a vibração.

 

 

Tubulação

encanamento na máquina de lavar roupa tem várias funções:

  • ela enche a máquina com a temperatura de água correta
  • ela recircula a água da parte inferior do tambor para a parte superior (durante o ciclo de lavagem)
  • ela bombeia a água para fora do cano (durante o ciclo de centrifugação)

A máquina de lavar possui conexões para duas linhas de água na parte traseira, uma para água quente e outra para água fria. Essas linhas são presas ao corpo de uma válvula solenóide.

 


Válvulas de controle de água

 

A imagem acima mostra as partes traseira e dianteira da válvula solenóide. Você pode ver que existem duas válvulas, mas elas saem em uma única mangueira. Então, dependendo da temperatura selecionada, a válvula quente ou a fria serão abertas.

Antes de a mangueira soltar a água no tambor, ela passa através de um dispositivo anti-sifão.

 


Dispositivo anti-sifão

 

O dispositivo evita que a água da lavagem seja aspirada de volta para as linhas de abastecimento de água, possivelmente contaminando a água de sua casa ou mesmo de seu bairro. Você pode ver que o dispositivo plástico branco possui uma grande abertura que permite a entrada de ar. A água da mangueira entra no dispositivo e vai para baixo, saindo através do cano na outra extremidade. Mas enquanto ela está dentro do dispositivo, está aberta à atmosfera. Isso significa que, se houvesse sucção na linha de abastecimento de água, possivelmente não sugaria a água da máquina de lavar roupa, mas somente ar.

 


Entrada de água e ladrão

 

A figura acima mostra por onde a água entra na máquina de lavar roupa. O bocal à direita é um ladrão, conectado a um cano que retira a água da parte inferior da máquina de lavar (para o chão), em vez de deixá-la transbordar.

 

 

Bomba

O resto do sistema da tubulação, na seção onde se recircula a água e a parte que a drena, envolve a bomba.

 


Bomba e encanamento

 

Na figura acima, você pode ver como a bomba é presa. A bomba é, na verdade, duas bombas separadas em uma: a metade inferior é presa à linha de drenagem, enquanto a metade superior recircula a água da lavagem. Então, como a bomba sabe se é para bombear a água para fora da linha de drenagem ou de volta para o tambor?

É aqui que entra um dos truques da máquina de lavar roupa: o motor que aciona a bomba pode inverter a direção. Ele gira para um lado quando a máquina está no ciclo de lavagem e recirculando a água; e gira para o outro lado quando a máquina está no ciclo de centrifugação e esgotando a água.

Vamos ver de perto a bomba:

 


Bomba

 

Se observar com cuidado, verá as pás da camada inferior da bomba. Quando a água penetra pela entradada bomba, essas pás (ou barbatanas) a empurram e a forçam para fora dela pela saída. Esse tipo de bomba pode funcionar em ambas as direções - qual porta é a de entrada e qual é a de saída depende da direção de rotação da bomba.

Observe novamente a bomba. Se a bomba gira em sentido horário, a bomba inferior suga a água da parte de baixo do tambor de lavagem e a força para fora da mangueira de drenagem, e a bomba superior tenta sugar o ar da parte de cima do tambor de lavagem, forçando-o de volta através da parte inferior, de modo que não ocorra a recirculação da água.

Se a bomba gira em sentido anti-horário, a bomba superior suga a água da parte de baixo do tambor e a bombeia para cima, e a bomba inferior tenta bombear a água da mangueira de drenagem de volta para a parte inferior do tambor. Há um pouco de água na mangueira de drenagem, mas a bomba não tem força para mandá-la de volta para o tambor.

Olhe novamente a mangueira de drenagem na figura acima - observe como ela vai para a parte superior da máquina antes de voltar para drenagem. Como uma extremidade da mangueira está presa à parte inferior do tambor, e a outra extremidade está aberta à atmosfera, o nível de água dentro da mangueira de drenagem será o mesmo que o nível dentro do tambor. Se a mangueira de drenagem não foi toda até a parte de cima da máquina, o tambor jamais conseguirá encher totalmente. Logo que a água atinge a curva da mangueira, ela sai pelo tubo.

Há vezes em que a bomba não gira de jeito nenhum. A máquina de lavar apenas agita a água que está no tambor sem recirculá-la. Nessa circunstância, a bomba é presa ao motor por uma embreagem.

 


Embreagem e acoplamento flexível

 

Na figura, você vê o acoplamento flexível que prende a embreagem à bomba. O acoplamento é necessário, pois o motor e a embreagem são montados na estrutura, que pode se mover livremente com o tambor interno, enquanto a bomba é montada no tambor externo fixo.

Na parte inferior da embreagem, há um conjunto de quatro dentes. Quando o eletromagneto se encaixa, ele levanta uma alavanca nesses dentes, que os faz parar de girar. Uma vez que o movimento dos dentes é interrompido, a embreagem começa a engrenar. Após algumas rotações, ela se prende ao eixo do motor, e a bomba começa a girar com ele.

 

 

Mecanismo de acionamento

mecanismo de acionamento em uma máquina de lavar roupa tem duas funções:

  • agitar as roupas, movendo-as para frente e para trás dentro do tambor.
  • girar o tambor inteiro, forçando a água para fora.

Sem dúvida existe uma caixa de câmbio bem interessante que controla essas duas funções, e ela utiliza o mesmo truque que a bomba. Se o motor gira em uma direção, a caixa de câmbio agita; se ele gira na direção contrária, a caixa de câmbio entra no ciclo de centrifugação.

Primeiro, vamos ver como tudo é ligado:

 


Caixa de câmbio, bomba, tambores e a vedação de borracha

 

Nessa figura, a estrutura foi removida. Você pode ver a bomba montada no tambor externo, e a caixa de câmbio, que segura o tambor interno. Uma peça de borracha veda o tambor externo à caixa de câmbio. O tambor interno é montado na caixa de câmbio, no outro lado da vedação.

 


Tambor interno

 

Na figura acima, o tambor interno foi retirado do tambor externo. Ele está apoiado sobre a caixa de câmbio, e oagitador plástico está visível no centro do tambor.

 


Caixa de câmbio

 

Aqui, você pode ver a parte superior da caixa de câmbio, com o lacre rompido e o tambor interno removido. O tambor interno é parafusado aos três furos na flange da caixa de câmbio. Você pode ver, pela sujeira na tampa da caixa de câmbio, que ela ficou exposta à água durante muitos anos. Um tubo côncavo estende-se do centro da caixa de câmbio. Dentro desse tubo há um eixo com chaveta - a chaveta na parte de cima do eixo fica presa ao agitador plástico.

 

 

Dentro da caixa de câmbio

caixa de câmbio é uma das peças mais interessantes da máquina de lavar roupa. Se você virar a polia na caixa de câmbio para uma direção, o eixo interno girará lentamente para trás e para frente, invertendo a direção a cada meio ciclo. Se virar a polia para a outra direção, a flange girará em alta velocidade, girando também todo o tambor.

 


Mecanismo de agitação da caixa de câmbio

 

Aqui, você pode ver uma engrenagem com um elo preso à ela. Esse elo é semelhante ao elo fixado a uma roda de trem a vapor antigo - à medida que a engrenagem (junto com o elo) gira, ela empurra outra peça em formato triangular da engrenagem para trás e para frente. Essa engrenagem em formato triangular se engata a uma engrenagem pequena no eixo interno, que leva à chaveta. Além de girar o eixo interno em direções alternadas, existem outras engrenagens dentro do sistema que proporcionam uma redução da engrenagem para diminuir a rotação. Já que o motor gira somente a uma velocidade, a velocidade do ciclo de centrifugação, é necessária uma redução da engrenagem para facilitar o ciclo de lavagem mais lento.

 


Redução da engrenagem

 

Quando a máquina de lavar entra no ciclo de centrifugação, todo o mecanismo trava, fazendo com que tudo gire na mesma velocidade que a entrada, que é presa ao motor. O fato interessante é que quando o motor gira a caixa de câmbio em uma direção, o agitador se move, e quando ele a gira para a outra direção, toda a máquina trava. Como isso acontece?

Na figura acima, observe a engrenagem com os dentes em ângulo. Existe também uma engrenagem menor com dentes em ângulo atrás da engrenagem maior no primeiro plano. Essas são as duas únicas engrenagens com dentes em ângulo. Dependendo da direção em que as engrenagens estão girando, o ângulo dos dentes tenderá forçar a engrenagem interna a deslizar tanto para a esquerda quanto para a direita dentro da caixa de câmbio. Se deslizar para a esquerda, ela se prenderá a um mecanismo que trava a caixa de câmbio.

 


Mecanismo de travamento da caixa de câmbio

 

Você pode ver um pequeno entalhe no eixo externo. Esse entalhe é profundo e está ligado ao eixo com a pequena engrenagem helicoidal. Quando a engrenagem pequena se move, ela move também esse eixo externo, e o pequeno entalhe se encaixa a um único dente, que é fixado ao mecanismo de travamento. Quando a caixa de câmbio trava, tanto o eixo interno, que aciona o agitador, quando o eixo externo, que aciona o tambor, giram na mesma velocidade que a polia de entrada.

 

 

Controles

Os controles para essa máquina foram projetados antes de os microcontroladores serem utilizados nos mecanismos. Na verdade, não existe um único resistor ou um capacitor na máquina inteira. Primeiro, vamos observar a chave de ciclo.

 


Chave de ciclo

 

A chave de ciclo tem a função de determinar a duração das diferentes etapas do ciclo.

 


Interior da chave de ciclo

 

Dentro da chave há um pequeno motor equipado com uma redução de engrenagem bastante grande, que faz o indicador de controle girar bem lentamente. Na metade superior da chave, há um conjunto de seis contatos. Eles são acionados pelas pequenas peças de metal na alavanca plástica do indicador. À medida que o indicador gira, as saliências no indicador sobem e descem as seis peças metálicas, que fecham e abrem os contatos na metade superior da chave.

 


Interior da chave de ciclo

 

Se observar o formato das saliências, saberá porque o indicador na máquina de lavar gira somente para uma direção: a parte frontal das saliências possui uma inclinação que levanta as peças metálicas gradualmente, mas a parte traseira não; então, se você tentar girar o botão para trás, as peças metálicas ficarão presas nas saliências.

Esse disco plástico cheio de buracos é, sem dúvida, o software que faz sua máquina de lavar roupas funcionar. O comprimento das saliências determina a duração de cada etapa do ciclo, e o comprimento do espaço entre as saliências determina a duração da pausa da máquina antes de prosseguir para a tarefa seguinte.

As chaves de controle de velocidade e temperatura são muito mais simples que a chave de controle de ciclo.

 


Chaves de controle de velocidade e temperatura

 

Essas chaves controlam a velocidade do motor e determinam que solenóide de fornecimento de água quente/fria abrirá durante a lavagem e os ciclos de enxágüe. Se for escolhida água quente, somente a válvula solenóide de água quente abrirá quando a máquina encher; se for selecionada água morna, as duas válvulas abrirão; e se for escolhida água fria, somente a válvula solenóide de água fria será aberta.

 


Dentro do controle de velocidade/temperatura

 

O controle de velocidade/temperatura é bastante simples. Cada mecanismo oscilatório plástico prendedois conjuntos de contatos, que abrem e fecham o circuito conectado a esses contatos. Para cada chave, existe sempre um conjunto de contatos aberto e fechado.

sensor de nível utiliza uma chave de pressão para detectar o nível de água no tambor.

 


Chave de controle do nível de água

 

A chave controla o nível de água no tambor.

 


Tubulação da chave de controle do nível de água

 

A extremidade maior da mangueira conecta-se à parte inferior do tambor, enquanto a extremidade menor é ligada à chave. À medida que o nível de água no tambor aumenta, a água também sobe na mangueira; mas o ar fica preso nela, então, enquanto a água sobe, o ar fica comprimido.

 


Dentro da chave de controle do nível de água

 

Dentro da carcaça dessa chave há um pistão pequeno. A pressão na mangueira empurra este pistão para cima. Quando está levantado o suficiente, ele se eleva rapidamente e fecha um contato elétrico. Este ponto de ajuste, onde se perde o contato, é regulável, e na figura você pode ver o mecanismo do disco excêntrico, que é conectado ao botão de ajuste no painel de controle da máquina de lavar roupa. À medida que o disco excêntrico gira, ele pressiona a mola contra o cilindro, dificultando seu aparecimento. Isso significa que o nível de água terá que subir um pouco mais antes que a pressão na mangueira seja alta o bastante para acionar a chave.

fonte:Karim Nice.  "HowStuffWorks - Como funcionam as máquinas de lavar roupa".  Publicado em 31 de outubro de 2000  (atualizado em 08 de julho de 2008) http://casa.hsw.uol.com.br/lava-roupa.htm  (19 de dezembro de 2010)

publicado por adm às 20:18 | comentar | favorito