19
Dez 10

Como funcionam as máquinas de lavar roupa

Ela provavelmente já lavou suas roupas centenas de vezes, mas você já se perguntou o que há por dentro de uma máquina de lavar roupa?

 

Como ela torce as roupas tão rápido sem vazar água? Por que é tão pesada? Como o agitador muda de direção? Nessa edição, nos aventuraremos no interior de uma máquina de lavar roupa para responder a todas essas perguntas e muito mais.

Começaremos explicando como uma máquina lava as roupas e, então, veremos como a máquina é montada, sua tubulação, o mecanismo de acionamento e os controles.

 

 

Lavar roupas

A operação de uma máquina de lavar roupa é bastante simples:

  • existem algumas coisas a serem decididas antes de começar a enchê-la com roupas, como sua capacidade (pequena, média, grande, extra grande), a temperatura da água para a lavagem e os ciclos de enxágüe (frio/frio, morno/frio, morno/morno, quente/frio), como a máquina deve agitar a roupa (delicada, tricô, pressão permanente, pesada) e a duração dos ciclos (quantidade de minutos, com base na sujeira das roupas).

     

  • Após colocar as roupas, a máquina enche o tambor com água e agita as roupas em círculo com a utilização de um agitador.

     

  • Após algum tempo, a máquina escoa a água e centrifuga as roupas para eliminar a maior parte da água. Em seguida, ela enche novamente e agita as roupas por mais um tempo para enxaguá-las. Depois, escoa a água e centrifuga novamente.

 

 

Dentro de uma máquina de lavar roupa

Se você olhar embaixo da máquina de lavar, verá o que a deixa tão pesada.

 


Motor e contrapeso

 

Isso mesmo, há na verdade um bloco de concreto na figura acima. O concreto existe para contrabalançar omotor elétrico igualmente pesado, que aciona uma caixa de câmbio bastante pesada, ligada ao tambor interno de aço. Existem muitos componentes pesados em uma máquina de lavar roupa.

A máquina de lavar roupa possui dois tambores de aço. O tambor interno é o que contém as roupas. Ele possui um agitador no meio, e as laterais são cheias de furos, de modo que a água possa sair durante a centrifugação.

tambor externo, que contém toda a água, é parafusado ao corpo da máquina. Já que o tambor interno vibra durante o ciclo de lavagem, ele deve ser montado de modo que possa se mover para os lados sem bater nas outras peças da máquina.

O tambor interno é preso à caixa de câmbio, que é fixada à estrutura de metal preta que você vê na figura acima. Essa estrutura segura o motor, a caixa de câmbio e o peso de concreto.

 


Sistema de suporte de cabo e polia

 

A figura acima mostra apenas a estrutura de metal preta, sem o tambor ou a caixa de câmbio. O cabo que você vê no lado esquerdo da figura é a outra extremidade do mesmo cabo que você vê no lado direito. Há um total de três polias, de modo que, se um lado da estrutura se mover para cima, o outro se moverá para baixo. O sistema suporta os componentes pesados, permitindo que se mova de maneira que não sacuda a máquina inteira.

Mas, se todas essas peças estão suspensas apenas por cabos, por que elas não giram o tempo todo?

Uma máquina de lavar possui um sistema de amortecimento que utiliza um freio para absorver a força das vibrações.

 


Sistema de amortecimento de vibração

 

Nos quatro cantos da máquina, existe um mecanismo que funciona como um freio a disco. A peça ligada à estrutura da máquina é uma mola. Ela pressiona dois blocos de borracha contra a chapa metálica que é presa à estrutura preta. Você pode ver onde os blocos amorteceram a chapa de movimentos durante a vibração.

 

 

Tubulação

encanamento na máquina de lavar roupa tem várias funções:

  • ela enche a máquina com a temperatura de água correta
  • ela recircula a água da parte inferior do tambor para a parte superior (durante o ciclo de lavagem)
  • ela bombeia a água para fora do cano (durante o ciclo de centrifugação)

A máquina de lavar possui conexões para duas linhas de água na parte traseira, uma para água quente e outra para água fria. Essas linhas são presas ao corpo de uma válvula solenóide.

 


Válvulas de controle de água

 

A imagem acima mostra as partes traseira e dianteira da válvula solenóide. Você pode ver que existem duas válvulas, mas elas saem em uma única mangueira. Então, dependendo da temperatura selecionada, a válvula quente ou a fria serão abertas.

Antes de a mangueira soltar a água no tambor, ela passa através de um dispositivo anti-sifão.

 


Dispositivo anti-sifão

 

O dispositivo evita que a água da lavagem seja aspirada de volta para as linhas de abastecimento de água, possivelmente contaminando a água de sua casa ou mesmo de seu bairro. Você pode ver que o dispositivo plástico branco possui uma grande abertura que permite a entrada de ar. A água da mangueira entra no dispositivo e vai para baixo, saindo através do cano na outra extremidade. Mas enquanto ela está dentro do dispositivo, está aberta à atmosfera. Isso significa que, se houvesse sucção na linha de abastecimento de água, possivelmente não sugaria a água da máquina de lavar roupa, mas somente ar.

 


Entrada de água e ladrão

 

A figura acima mostra por onde a água entra na máquina de lavar roupa. O bocal à direita é um ladrão, conectado a um cano que retira a água da parte inferior da máquina de lavar (para o chão), em vez de deixá-la transbordar.

 

 

Bomba

O resto do sistema da tubulação, na seção onde se recircula a água e a parte que a drena, envolve a bomba.

 


Bomba e encanamento

 

Na figura acima, você pode ver como a bomba é presa. A bomba é, na verdade, duas bombas separadas em uma: a metade inferior é presa à linha de drenagem, enquanto a metade superior recircula a água da lavagem. Então, como a bomba sabe se é para bombear a água para fora da linha de drenagem ou de volta para o tambor?

É aqui que entra um dos truques da máquina de lavar roupa: o motor que aciona a bomba pode inverter a direção. Ele gira para um lado quando a máquina está no ciclo de lavagem e recirculando a água; e gira para o outro lado quando a máquina está no ciclo de centrifugação e esgotando a água.

Vamos ver de perto a bomba:

 


Bomba

 

Se observar com cuidado, verá as pás da camada inferior da bomba. Quando a água penetra pela entradada bomba, essas pás (ou barbatanas) a empurram e a forçam para fora dela pela saída. Esse tipo de bomba pode funcionar em ambas as direções - qual porta é a de entrada e qual é a de saída depende da direção de rotação da bomba.

Observe novamente a bomba. Se a bomba gira em sentido horário, a bomba inferior suga a água da parte de baixo do tambor de lavagem e a força para fora da mangueira de drenagem, e a bomba superior tenta sugar o ar da parte de cima do tambor de lavagem, forçando-o de volta através da parte inferior, de modo que não ocorra a recirculação da água.

Se a bomba gira em sentido anti-horário, a bomba superior suga a água da parte de baixo do tambor e a bombeia para cima, e a bomba inferior tenta bombear a água da mangueira de drenagem de volta para a parte inferior do tambor. Há um pouco de água na mangueira de drenagem, mas a bomba não tem força para mandá-la de volta para o tambor.

Olhe novamente a mangueira de drenagem na figura acima - observe como ela vai para a parte superior da máquina antes de voltar para drenagem. Como uma extremidade da mangueira está presa à parte inferior do tambor, e a outra extremidade está aberta à atmosfera, o nível de água dentro da mangueira de drenagem será o mesmo que o nível dentro do tambor. Se a mangueira de drenagem não foi toda até a parte de cima da máquina, o tambor jamais conseguirá encher totalmente. Logo que a água atinge a curva da mangueira, ela sai pelo tubo.

Há vezes em que a bomba não gira de jeito nenhum. A máquina de lavar apenas agita a água que está no tambor sem recirculá-la. Nessa circunstância, a bomba é presa ao motor por uma embreagem.

 


Embreagem e acoplamento flexível

 

Na figura, você vê o acoplamento flexível que prende a embreagem à bomba. O acoplamento é necessário, pois o motor e a embreagem são montados na estrutura, que pode se mover livremente com o tambor interno, enquanto a bomba é montada no tambor externo fixo.

Na parte inferior da embreagem, há um conjunto de quatro dentes. Quando o eletromagneto se encaixa, ele levanta uma alavanca nesses dentes, que os faz parar de girar. Uma vez que o movimento dos dentes é interrompido, a embreagem começa a engrenar. Após algumas rotações, ela se prende ao eixo do motor, e a bomba começa a girar com ele.

 

 

Mecanismo de acionamento

mecanismo de acionamento em uma máquina de lavar roupa tem duas funções:

  • agitar as roupas, movendo-as para frente e para trás dentro do tambor.
  • girar o tambor inteiro, forçando a água para fora.

Sem dúvida existe uma caixa de câmbio bem interessante que controla essas duas funções, e ela utiliza o mesmo truque que a bomba. Se o motor gira em uma direção, a caixa de câmbio agita; se ele gira na direção contrária, a caixa de câmbio entra no ciclo de centrifugação.

Primeiro, vamos ver como tudo é ligado:

 


Caixa de câmbio, bomba, tambores e a vedação de borracha

 

Nessa figura, a estrutura foi removida. Você pode ver a bomba montada no tambor externo, e a caixa de câmbio, que segura o tambor interno. Uma peça de borracha veda o tambor externo à caixa de câmbio. O tambor interno é montado na caixa de câmbio, no outro lado da vedação.

 


Tambor interno

 

Na figura acima, o tambor interno foi retirado do tambor externo. Ele está apoiado sobre a caixa de câmbio, e oagitador plástico está visível no centro do tambor.

 


Caixa de câmbio

 

Aqui, você pode ver a parte superior da caixa de câmbio, com o lacre rompido e o tambor interno removido. O tambor interno é parafusado aos três furos na flange da caixa de câmbio. Você pode ver, pela sujeira na tampa da caixa de câmbio, que ela ficou exposta à água durante muitos anos. Um tubo côncavo estende-se do centro da caixa de câmbio. Dentro desse tubo há um eixo com chaveta - a chaveta na parte de cima do eixo fica presa ao agitador plástico.

 

 

Dentro da caixa de câmbio

caixa de câmbio é uma das peças mais interessantes da máquina de lavar roupa. Se você virar a polia na caixa de câmbio para uma direção, o eixo interno girará lentamente para trás e para frente, invertendo a direção a cada meio ciclo. Se virar a polia para a outra direção, a flange girará em alta velocidade, girando também todo o tambor.

 


Mecanismo de agitação da caixa de câmbio

 

Aqui, você pode ver uma engrenagem com um elo preso à ela. Esse elo é semelhante ao elo fixado a uma roda de trem a vapor antigo - à medida que a engrenagem (junto com o elo) gira, ela empurra outra peça em formato triangular da engrenagem para trás e para frente. Essa engrenagem em formato triangular se engata a uma engrenagem pequena no eixo interno, que leva à chaveta. Além de girar o eixo interno em direções alternadas, existem outras engrenagens dentro do sistema que proporcionam uma redução da engrenagem para diminuir a rotação. Já que o motor gira somente a uma velocidade, a velocidade do ciclo de centrifugação, é necessária uma redução da engrenagem para facilitar o ciclo de lavagem mais lento.

 


Redução da engrenagem

 

Quando a máquina de lavar entra no ciclo de centrifugação, todo o mecanismo trava, fazendo com que tudo gire na mesma velocidade que a entrada, que é presa ao motor. O fato interessante é que quando o motor gira a caixa de câmbio em uma direção, o agitador se move, e quando ele a gira para a outra direção, toda a máquina trava. Como isso acontece?

Na figura acima, observe a engrenagem com os dentes em ângulo. Existe também uma engrenagem menor com dentes em ângulo atrás da engrenagem maior no primeiro plano. Essas são as duas únicas engrenagens com dentes em ângulo. Dependendo da direção em que as engrenagens estão girando, o ângulo dos dentes tenderá forçar a engrenagem interna a deslizar tanto para a esquerda quanto para a direita dentro da caixa de câmbio. Se deslizar para a esquerda, ela se prenderá a um mecanismo que trava a caixa de câmbio.

 


Mecanismo de travamento da caixa de câmbio

 

Você pode ver um pequeno entalhe no eixo externo. Esse entalhe é profundo e está ligado ao eixo com a pequena engrenagem helicoidal. Quando a engrenagem pequena se move, ela move também esse eixo externo, e o pequeno entalhe se encaixa a um único dente, que é fixado ao mecanismo de travamento. Quando a caixa de câmbio trava, tanto o eixo interno, que aciona o agitador, quando o eixo externo, que aciona o tambor, giram na mesma velocidade que a polia de entrada.

 

 

Controles

Os controles para essa máquina foram projetados antes de os microcontroladores serem utilizados nos mecanismos. Na verdade, não existe um único resistor ou um capacitor na máquina inteira. Primeiro, vamos observar a chave de ciclo.

 


Chave de ciclo

 

A chave de ciclo tem a função de determinar a duração das diferentes etapas do ciclo.

 


Interior da chave de ciclo

 

Dentro da chave há um pequeno motor equipado com uma redução de engrenagem bastante grande, que faz o indicador de controle girar bem lentamente. Na metade superior da chave, há um conjunto de seis contatos. Eles são acionados pelas pequenas peças de metal na alavanca plástica do indicador. À medida que o indicador gira, as saliências no indicador sobem e descem as seis peças metálicas, que fecham e abrem os contatos na metade superior da chave.

 


Interior da chave de ciclo

 

Se observar o formato das saliências, saberá porque o indicador na máquina de lavar gira somente para uma direção: a parte frontal das saliências possui uma inclinação que levanta as peças metálicas gradualmente, mas a parte traseira não; então, se você tentar girar o botão para trás, as peças metálicas ficarão presas nas saliências.

Esse disco plástico cheio de buracos é, sem dúvida, o software que faz sua máquina de lavar roupas funcionar. O comprimento das saliências determina a duração de cada etapa do ciclo, e o comprimento do espaço entre as saliências determina a duração da pausa da máquina antes de prosseguir para a tarefa seguinte.

As chaves de controle de velocidade e temperatura são muito mais simples que a chave de controle de ciclo.

 


Chaves de controle de velocidade e temperatura

 

Essas chaves controlam a velocidade do motor e determinam que solenóide de fornecimento de água quente/fria abrirá durante a lavagem e os ciclos de enxágüe. Se for escolhida água quente, somente a válvula solenóide de água quente abrirá quando a máquina encher; se for selecionada água morna, as duas válvulas abrirão; e se for escolhida água fria, somente a válvula solenóide de água fria será aberta.

 


Dentro do controle de velocidade/temperatura

 

O controle de velocidade/temperatura é bastante simples. Cada mecanismo oscilatório plástico prendedois conjuntos de contatos, que abrem e fecham o circuito conectado a esses contatos. Para cada chave, existe sempre um conjunto de contatos aberto e fechado.

sensor de nível utiliza uma chave de pressão para detectar o nível de água no tambor.

 


Chave de controle do nível de água

 

A chave controla o nível de água no tambor.

 


Tubulação da chave de controle do nível de água

 

A extremidade maior da mangueira conecta-se à parte inferior do tambor, enquanto a extremidade menor é ligada à chave. À medida que o nível de água no tambor aumenta, a água também sobe na mangueira; mas o ar fica preso nela, então, enquanto a água sobe, o ar fica comprimido.

 


Dentro da chave de controle do nível de água

 

Dentro da carcaça dessa chave há um pistão pequeno. A pressão na mangueira empurra este pistão para cima. Quando está levantado o suficiente, ele se eleva rapidamente e fecha um contato elétrico. Este ponto de ajuste, onde se perde o contato, é regulável, e na figura você pode ver o mecanismo do disco excêntrico, que é conectado ao botão de ajuste no painel de controle da máquina de lavar roupa. À medida que o disco excêntrico gira, ele pressiona a mola contra o cilindro, dificultando seu aparecimento. Isso significa que o nível de água terá que subir um pouco mais antes que a pressão na mangueira seja alta o bastante para acionar a chave.

fonte:Karim Nice.  "HowStuffWorks - Como funcionam as máquinas de lavar roupa".  Publicado em 31 de outubro de 2000  (atualizado em 08 de julho de 2008) http://casa.hsw.uol.com.br/lava-roupa.htm  (19 de dezembro de 2010)

publicado por adm às 20:18 | comentar | favorito

Como funciona a lavagem a seco em casa

Se você alguma vez já lavou roupa, deve ter encontrado uma peça que dizia "lavagem a seco" na etiqueta. Estas roupas são feitas de tecidos que não podem simplesmente ser jogados dentro de uma máquina de lavar roupa com água e detergente.

 

O que tem de tão especial em tecidos como o náilon, a seda e a lã? Bem, estes materiais podem encolher, desbotar ou perder a forma se forem lavados em água. As roupas feitas de náilon ficam amarrotadas e deformadas porque a água é atraída pelas fibras hidrófilas nesse tipo de tecido. Quando submersas em água, as fibras se expandem porque as moléculas de água formam ligações de hidrogênio com as moléculas individuais dentro de cada fibra. As moléculas de água também interferem na fraca atração entre as fibras adjacentes e o tecido pode perder a força. Para evitar a destruição da sua camisa favorita, você deve lançar mão de outro meio de limpeza, chamado de lavagem a seco.

Se você leu como funciona a lavagem a seco, sabe que a lavagem a seco remove a sujeira e outras manchas das roupas sem usar água. Apesar do nome comercial de lavagem a seco este processo não é realmente "seco". As roupas são imersas em um solvente, geralmente percloroetileno (perc), ao invés de água. Estes solventes são bons para remover manchas de óleo ou graxa, mas eles têm algumas desvantagens. Os solventes usados, por exemplo, podem deixá-lo doente se a exposição ao produto for constante. Isto afeta mais os trabalhadores que operam as máquinas de lavagem a seco, porque quase todo o perc é removido da sua roupa depois da limpeza. Entretanto, algumas pessoas acham que os traços remanescentes de solvente nas roupas são muito irritantes para os olhos, o nariz e a garganta.

No passado, a única opção era ir a uma lavagem a seco comercial. Agora, existem opções de lavagem a seco sem ter que sair de casa. Muitos kits de lavagem a seco doméstica disponíveis no mercado, permitem que você lave as roupas delicadas usando a sua secadora de roupa. Neste artigo, exploraremos o funcionamento da lavagem a seco doméstica e descobriremos se este método é uma boa opção para você e para as suas roupas.

 

Kits de lavagem a seco


Todos os kits disponíveis no mercado prometem limpar e/ou renovar os tecidos que devem ser lavados a seco ou a mão, sem usar nenhum tipo de solvente industrial utilizados pelas tinturarias. Estes kits devem ser usados da mesma maneira como são usados nas tinturarias, sem a imersão em um solvente e sem maquinário especializado:

 

  1. pré-tratamento das roupas para remover as manchas
  2. lavagem a seco
  3. passar, remodelar e fazer consertos se necessário

Componentes do kit
Cada kit de lavagem a seco contém os seguintes componentes:

 

  • removedor de manchas e/ou toalhas absorventes de manchas
  • pano ativado da secadora
  • saco de secagem reutilizável

Exploraremos com detalhes cada um destes componentes e o seu uso nas próximas seções.

 

Pré-tratamento da mancha

Todos os kits aconselham o pré-tratamento ou remoção das manchas usando o removedor de manchas que vem incluído. Não há nada de especial nestes removedores de manchas fornecidos com estes kits. É o mesmo tipo que você usa para o pré-tratamento de manchas antes de lavar as roupas normais na sua casa e o processo é o mesmo. A maioria dos removedores de manchas é simplesmente um agente limpador solúvel em água.

A regra geral para a remoção de manchas é "similar dissolve similar". A água na solução dissolve a mancha à base d'água, como a sopa. O agente limpador usado é um detergente ou um solvente à base de petróleo, dependendo da marca escolhida. Embora os solventes à base de petróleo funcionem bem melhor, tanto os detergentes como os solventes ajudam na remoção das manchas gordurosas. As informações que acompanham os kits não especificam qual desses agentes é usado nas soluções de pré-tratamento. Concluímos então que a identidade do agente de limpeza nos kits é informação importante. Entretanto, dada a baixa reputação destes removedores em retirar manchas gordurosas como as de manteiga, é provável que eles usem detergentes ao invés de solventes à base de petróleo.

O agente de limpeza tem outras funções, incluindo:

  • reduzir a tensão superficial para ajudar a água a penetrar no tecido. Para remover a mancha, a água deve ser capaz de alcançar as moléculas de sujeira sobre e dentro das fibras;
  • soltar e dispersar as moléculas de sujeira na água. Se a sujeira não é dissolvida na água, em um outro solvente ou de alguma maneira separada da fibra, ela simplesmente se adere à superfície das roupas novamente.

Alguns kits fornecem a solução para a remoção das manchas em uma garrafa juntamente com papel absorvente que você usa para absorver a mancha depois de aplicar a solução. O processo funciona da seguinte maneira:

  1. coloque a ponta da garrafa na mancha com a esponja absorvente do outro lado do tecido.
  2. gentilmente esfregue a mancha enquanto aplica a solução.
  3. a mancha e a gordura são liberadas do tecido e dissolvidas com a ajuda do agente limpador.
  4. a sujeira é empurrada através das fibras pela pressão aplicada.
  5. a esponja absorvente captura a sujeira dissolvida.

Talvez soe estranho que um removedor de manchas à base d'água possa ser usado em roupas de lavagem a seco sem danificá-las, mas como só um pouco de solução é aplicada em uma  pequena área, não existe água suficiente para romper a estrutura das fibras ou enfraquecer o tecido. A maior parte da água é removida quando a esponja absorvente é usada.

Alguns consumidores dizem que há kits que não removem as manchas tão bem quanto outros, mesmo que eles usem um agente limpador similar. Isto provavelmente se deve ao fato de que o detergente não é fornecido em uma solução à base d'água. Em alguns, o tecido da bolsa de lavagem a seco é combinado com o removedor de manchas e você deve usar sua própria esponja absorvente, na forma de uma toalha de papel. Estes produtos contêm somente uma pequena quantidade de água. Assim como muita água pode danificar o tecido de lavagem a seco, pouca água pode tornar difícil a remoção da mancha à base d'água.

Todos os kits para lavagem a seco doméstica são incapazes de remover manchas grandes. Seja à base d'água ou à base de óleo, as manchas grandes devem ser intensamente enxaguadas com o solvente apropriado para atrair e remover todas as moléculas de sujeira, especialmente aquelas que estão profundamente incorporadas ao tecido. Mesmo roupas que podem ser lavadas à máquina, algumas vezes necessitam empenho especial para retirar as manchas mais profundas. As manchas de graxa em fibras sintéticas como acrílico, náilon, poliéster, olefina ou a combinação destas fibras são particularmente difíceis de remover. Muitas delas são fabricadas especialmente para resistir à penetração da água. Por isso, elas atraem outras moléculas como as de gordura, que também repelem a água. Isto torna as manchas de graxa nestas fibras quase impossíveis de serem removidas somente com água e/ou detergentes à base d'água.

As precauções para o pré-tratamento das roupas antes da lavagem na máquina também são aplicadas quando se usa este kit.

  • Não esfregue o tecido intensamente enquanto estiver aplicando o removedor de manchas. A maioria dos tecidos que exigem lavagem a seco não são fortes e duráveis, então um tratamento áspero pode danificar as fibras.
  • Não aplique pré-tratamento em camurça, veludo, peles ou couro e não tente lavá-los a seco em casa. Estes tecidos devem ter um tratamento profissional
  • Teste antes o removedor de manchas em uma área menor e escondida da roupa. Você não vai querer criar um outro problema desbotando ou destruindo o acabamento do tecido.

 

O interior da sua secadora

O que realmente acontece dentro da sua secadora é um mistério para muitas pessoas. Os  kits recomendam colocar de uma a quatro peças de roupa dentro da sua sacola "especial" para lavagem a seco. Depois, adiciona-se o pano ativado, fecha-se a sacola e regula-se o tempo de secagem entre 15 a 30 minutos, dependendo do kit que está sendo usado. No final, retire as suas roupas da sacola de lavagem a seco.

 


As roupas são colocadas em uma sacola de náilon com um ativador de secagem de roupa

 

Então, o que acontece dentro daquela sacola? Realmente é um sistema muito simples que envolve somentevaporperfume e um emulsificador.

  • O pano ativado prende uma pequena quantidade de água, perfume e um agente emulsificante. Este agente emulsificante mantém a água e o perfume disperso dentro da roupa. Quando você liga a secadora, o calor gerado aumenta a temperatura dos líquidos dentro da roupa. Esta elevação de temperatura permite que as moléculas circulem mais rapidamente do que o normal. Quando as moléculas alcançam uma temperatura alta o bastante, elas superam a atração entre elas e deixam a superfície do líquido. As moléculas formam um gás denso e de alta pressão (vapor).

     

  • Este vapor é mantido dentro da sacola de náilon ou de plástico. Quando o vapor penetra nas fibras do tecido, um pouco de água e perfume se condensa dentro dele. Este é o segredo usado pelos kits para "renovar" as suas roupas. Eles simplesmente adicionam uma fragrância à roupa. Se você é alérgico aos perfumes ou tipos de fragrâncias que os fabricantes colocam nestes produtos de limpeza, é melhor evitá-los. Roupas lavadas com eles deixam um cheiro forte da essência usada por várias semanas após a limpeza.

     

  • O mesmo vapor é usado para remover as rugas das roupas. Os kits funcionam com o mesmo princípio dos ferros a vapor. Quando você passa roupa, o vapor carrega o calor através do tecido. A combinação de moléculas de água e o calor temporário quebram as fracas atrações entre as fibras. Isto retira as rugas e a pressão do ferro sobre o tecido faz com que ele fique liso. Os kits são ligeiramente diferentes pois não existe o peso e o calor adicional do ferro para pressionar as rugas do tecido. O princípio usado para retirar as rugas das roupas é o da gravidade, que age quando elas são retiradas da secadora e penduradas. Esta é a razão pela qual estes kits enfatizam que é necessário tirar as roupas da secadora assim que ela desligar. Fora da secadora, as roupas rapidamente esfriam e as fibras se tornam menos flexíveis. Portanto, o pequeno espaço de tempo para que a gravidade faça o serviço enquanto as roupas ainda estão quentes faz com que as roupas muito enrugadas continuem do mesmo jeito depois da lavagem a seco em casa. Há kits que aconselham que as camisas sociais sejam lavadas em uma tinturaria por causa da facilidade com que elas enrugam.

 

Toques finais

O ciclo da secadora terminou e as roupas foram penduradas ainda quentes para que as rugas desapareçam. O que acontece depois?

Exatamente como acontece na tinturaria, você agora deve inspecionar as roupas para ver se elas estão bem limpas e se está tudo certo. Existem várias coisas para verificar e tentar corrigir. Isto inclui:

  • rugas: uma tinturaria usará o ferro a vapor nas suas roupas se elas estiverem amarrotadas depois do banho de solvente. Se existirem rugas depois da lavagem a seco em casa, você terá que passar as roupas;
  • botões soltoscostura do tecido: talvez seja necessário consertar algum botão que esteja caindo ou consertar alguma costura que esteja aberta;
  • manchas que não saíram: a tinturaria faz uma verificação depois da lavagem a seco para tentar eliminar qualquer mancha que permaneceu após a lavagem. Você tem duas opções: ou lava as roupas novamente ou as leva para uma tinturaria.

 

Questões normais sobre o 
processo da lavagem a seco em casa

  • Por que os tecidos delicados não encolhem na secadora?
    Primeiro porque a sacola de náilon ou de plástico protege as roupas do calor intenso e seco gerado pela secadora. Por causa disto, qualquer sacola que tenha um furo não pode ser reutilizada. Também, se a sacola estiver rasgada, o vapor escapará arruinando o processo de lavagem. O vapor em si não é prejudicial porque, assim como o ferro a vapor, a temperatura está abaixo daquela necessária para derreter ou encolher a maioria das fibras sintéticas. Entretanto, não use estes kits para lavar couro, veludo, camurça ou peles. Eles podem ser danificados pelo vapor.

     

  • Por que a sacola não estoura com a pressão do vapor?
    A sacola é lacrada usando uma fita de velcro. Este não é um lacre apertado, portanto ele deixa espaços pequenos através dos quais o vapor pode sair. A maior parte do vapor é retido dentro da sacola, mas uma pequena parte é liberada para manter a pressão sob controle.

     

  • E a sujeira que você não vê?
    Esta é uma das desvantagens da lavagem a seco doméstica. O processo de lavagem a seco feito nas tinturarias enxágua as suas roupas em grandes quantidades de solvente que removem as manchas, especialmente as de graxa. Com a lavagem a seco em casa, a remoção da sujeira fica limitada ao pré-tratamento quando as manchas visíveis são retiradas. Os kits de lavagem a seco não limpam as manchas do suor ou dos óleos corporais que são absorvidas no uso diário. Eles também não removem pedaços de linha ou pêlos de animais que grudam na superfície da roupa. Estes kits realmente não substituem a tinturaria, eles são um complemento para a lavagem a seco feita nas tinturarias.

Pêlo de animal na lapela de uma jaqueta depois de ter sido usado o kit doméstico de lavagem a seco

 

 

Vantagens e desvantagens

O passo final da remoção das rugas somado ao tempo que é gasto no pré-tratamento das roupas e a espera pelo ciclo da secadora, faz a lavagem a seco em casa tomar muito do seu tempo. Este é um benefício das tinturarias porque todo este trabalho é feito para você.

Entretanto, se o seu objetivo é economizar, você pode usar estes kits. Com a lavagem a seco doméstica, 16 peças de roupa podem ser lavadas pelo preço de uma peça de roupa lavada na tinturaria. Contanto que você não se sinta tentado a retirar uma mancha grande e gordurosa, estes kits podem ser usados para renovar as suas roupas e aumentar o tempo entre as visitas à tinturaria. É necessário pesar o tempo que irá ser gasto com a lavagem a seco em casa e o dinheiro que será economizado.

Uma outra grande vantagem dos kits é que eles evitam que você fique exposto ao solvente de percloroetileno usado pelas tinturarias. Esta é uma boa alternativa para aqueles que têm alergia a este tipo de químico (sem incluir o perfume) ou para aqueles preocupados com o meio ambiente. O percloroetileno é prejudicial ao fígado, rins e cérebro e é um poluente em 25% do suprimento de água dos EUA. Os produtos químicos usados na lavagem a seco doméstica não poluem o meio ambiente e, se comparados ao percloroetileno, eles são muito mais seguros.

No final das contas, estes kits de lavagem a seco não representam nenhum grande avanço tecnológico. Eles se aproveitam de princípios básicos de química, como a geração de vapor d'água, por exemplo. A escolha de usá-los ou não depende exclusivamente das vantagens e desvantagens para você.

fonte:Ann Meeker-O'Connell.  "HowStuffWorks - Como funciona a lavagem a seco em casa".  Publicado em 14 de dezembro de 2000  (atualizado em 21 de maio de 2007) http://casa.hsw.uol.com.br/lavagem-a-seco-em-casa.htm  (19 de dezembro de 2010)

publicado por adm às 20:13 | comentar | favorito
19
Dez 10

Como consertar uma máquina de lavar

Fundamentos da máquina de lavar

Como as máquinas de lavar exercem muitas funções, pode ser mais difícil diagnosticar um problema do que consertá-lo. Isso acontece por causa dos ciclos especiais, operadores das válvulas e motores que movimentam a água, controlam sua temperatura e rotacionam a tina. Mas um diagnóstico é possível: tudo o que se precisa é de um pouco de bom senso e de paciência. Neste artigo mostraremos onde procurar problemas em sua máquina de lavar e como realizar pequenos reparos se houver algum componente com problemas. Depois de revisarmos algumas questões preliminares, nos deteremos em alguns diagnósticos possíveis.

Nota: muitas lavadoras de modelos mais novos podem incluir uma função de diagnóstico eletrônico que pode ser interpretada através do manual.

Cuidado: antes de qualquer coisa, certifique-se de que a lavadora esteja desligada. Desconecte a tomada e as mangueiras de água.

Operações básicas

Aqui estão alguns passos iniciais que irão ajudá-lo a diagnosticar e a consertar problemas com a máquina de lavar.

 

Lista dos problemas referentes a máquinas de lavarComo mencionado anteriormente, as possíveis causas de algum problema com a sua máquina de lavar são difíceis de se diagnosticar. Para uma lista completa dos problemas, causas e soluções,clique aqui. (em inglês)

 

Primeiro: tenha certeza de que sua máquina de lavar esteja recebendo energia. Cheque a fiação, o conector, a tomada e os interruptores relacionados. Procure por fusíveis queimados ou curtos-circuitos no painel principal. Se tudo estiver de acordo e a lavadora, ainda assim, não estiver funcionando, aperte o botão para reiniciá-la (caso a máquina possua um).

Segundo: verifique se o botão de liga/desliga está na posição certa e de que a tampa esteja bem fechada. Examine o fecho para ter certeza de que ele não esteja obstruído por restos de sabão ou pequenos resíduos de tecidos.

Terceiro: confira se as torneiras de água estão ligadas e se as mangueiras de drenagem da água e do sabão encontram-se bem estendidas, sem nenhuma dobra. Se a máquina possuir um botão de economia de água, deixe-o apertado; a água pode não circular pelo esguicho do filtro caso a cesta não esteja cheia e este botão devidamente acionado.

Quarto: para saber se a água está na temperatura certa, cheque se o botão desta função, localizado no painel de controle, está devidamente configurado. Também verifique o controle de aquecimento da água, a configuração mínima não pode ser menor do que 49° Celsius.

 

Uma máquina de lavar possui uma tina e um agitador; vários ciclos controlam a temperatura da água.
2006 Publications International, Ltd.
Uma máquina de lavar possui uma tina e um agitador; vários ciclos controlam
a temperatura da água. Podem acontecer problemas tanto no sistema 
elétrico como no hidráulico.

 

Limpando a máquina de lavar

Limpe regularmente o painel e a porta da lavadora para prevenir o acúmulo de sujeira e de detergente. Ao lavar materiais de algodão, remova os resíduos que ficarem na tina após o processo. O local de depósito do sabão pode causar mal-cheiro nas peças lavadas. Para resolver este problema adicione 0,5 kg de amaciante ou um galão de vinagre branco e execute todo um ciclo de lavagem. Se ainda assim o cheiro estiver incomodando, lave o interior da tina com uma solução caseira de amônia e detergente suave. Enxágüe e continue a limpeza com um alvejante. Cuidado: enxágüe bem antes de usar o alvejante, a combinação deste com a amônia pode formar um gás muito perigoso.

Finalmente, execute mais um ciclo de limpeza antes de colocar mais roupas para lavar.

Desmontando a máquina de lavar

O corpo da lavadora normalmente deve ser desmontado para a realização de reparos e de algumas manutenções. A máquina de lavar é conectada tanto ao sistema elétrico quanto ao fornecimento de água. Cuidado: tenha certeza de que, tanto a fiação elétrica quanto as mangueiras de água da máquina de lavar, estejam desconectadas antes de desmontá-la ou incliná-la. Para desmontar sua máquina de lavar, faça o seguinte:

Primeiro: para remover o painel de controle, tire os parafusos que o anexam à máquina. Eles estão normalmente localizados abaixo de um pequeno molde ou enfeite. Em alguns modelos pode ser necessário retirar, também, a parte de trás do painel, igualmente aparafusada à máquina, para se chegar nas partes que necessitam de reparos. Botões no painel de controle são, quase sempre, de fricção e irão se desprender. No entanto, alguns deles podem estar presos por pequenos parafusos em sua base, solte estes parafusos com uma chave de fenda ou uma chave Allen e puxe os botões diretamente dos eixos.

Segundo: para remover o painel de serviço retire os parafusos que o prendem, então estenda um lençol, sem uso, no chão para proteger o acabamento da máquina de lavar. Sempre verifique se a máquina e as mangueiras estão sem água. Tombe-a para frente ou para os lados no intuito de ganhar acesso a parte inferior, que normalmente não possui nenhum painel de serviço, pois é aberta.

Terceiro: para remover a parte superior, insira uma espátula com lâmina resistente na união dos painéis laterais e de cima e, com seu punho, dê uma leve batida. Isto deve ser necessário para soltar os clipes de mola e, assim, permitir a remoção desejada.

Um dos elementos que fazem as máquinas de lavar tão difíceis de serem consertadas são os inúmeros instrumentos de controle que ela possui (componentes que controlam outras funções, como botões e timers). Na próxima seção, iremos aprender como reparar ou trocar essas partes.

Consertando os botões e o timer da máquina de lavar

Diferente de uma torradeira, que executa sempre a mesma função, máquinas de lavar funcionam em elaborados ciclos de múltiplas configurações. Os instrumentos que controlam estes ciclos podem, ocasionalmente, falhar. Aqui está como consertar alguns dos botões e timers mais comuns.

Consertando o botão da tampa

O botão da tampa de uma máquina de lavar serve, geralmente, como uma trava de segurança. Se este não estiver funcionando ou se estiver obstruído com detergente, a máquina não irá funcionar. Para verificá-lo e consertá-lo, siga os 5 passos abaixo:

Primeiro: desconecte a máquina. Limpe as mediações do botão da tampa com um pequeno pedaço de madeira. Limpe, também, qualquer acúmulo de detergente em volta dos detalhes da tampa, muitas vezes existem resíduos que impossibilitam o fechamento correto da tampa, mantendo a máquina sem condição de funcionamento.

Segundo: se a limpeza não funcionar, remova a parte superior para alcançar o botão da tampa. Com este exposto, verifique se seus parafusos não se encontram frouxos, isso pode causar movimentos no botão quando a tampa estiver fechada ou a máquina em funcionamento. Olhe, também, os terminais desse botão, eles devem estar bem apertados. Após o alinhamento do botão, aperte bem os parafusos de suporte.

Terceiro: teste o botão com um voltímetro ajustado na escala RX1. Desconecte a força dos terminais do botão e prenda cada uma das sondas do voltímetro em um dos terminais. Se, ao fechar a tampa da máquina, o marcador do voltímetro indicar o número zero, o botão está funcionando. Caso contrário, o botão está com defeito e precisa ser trocado.

Quarto: se necessário, troque o botão da tampa por um novo do mesmo tipo. Conecte este novo botão da mesma forma que estava o antigo.

Quinto: se o botão ainda não estiver funcionando, provavelmente, está mal alinhado. Isso pode ser corrigido ao se reposicionar os parafusos que o prendem. Execute testes durante todo o processo até que ele passe a funcionar.

Consertando o botão de seleção da temperatura

Este botão do painel de controle regula a temperatura da água dentro da tina e exerce uma função durante o ciclo de enchimento. Se suspeitar que esteja com problemas, remova-o e leve-o a algum profissional para que ele seja testado (esses testes necessitam de equipamentos especiais). Outra alternativa é enganchar um arame entre os terminais do botão, se a água fluir, ele estará com defeito. Nesse caso, o botão necessita ser trocado por um novo do mesmo tipo. Conecte este novo botão da mesma forma que estava o antigo.

Se existir um problema tanto na temperatura da água como no processo de enchimento da tina, o defeito deve atingir tanto o botão como o timer. Teste os componentes de ambos e os troque se necessário. Os procedimentos para o teste do timer serão descritos mais abaixo.

Consertando o botão de controle do nível da água

Este é outro botão presente no painel de controle, normalmente localizado próximo ao botão de temperatura da água. Existe uma pequena mangueira conectada a este botão e, geralmente, esta pode sofrer algum desgaste e se desconectar. Quando isso acontece, a água na tina quase sempre transborda. Para resolver este problema, corte aproximadamente 1,3 cm na extremidade da mangueira. Use um adaptador para reconectá-la ao botão.

Problemas no botão, propriamente dito, também podem resultar em transbordamento da tina ou outras complicações relacionadas ao nível da água. Se suspeitar que este é o caso, remova o botão retirando os parafusos que o prendem e leve-o a um profissional para que este o teste. Se for necessário, troque o botão por um novo do mesmo tipo. Conecte-o da mesma forma que estava o antigo.

Consertando o timer

A maioria dos timers de máquinas de lavar é digital ou mecânica. O timer controla a maior parte das operações de uma lavadora: nível da água, enchimento e esvaziamento da tina, duração e configuração das seqüências dos ciclos. Por esta razão, qualquer conserto no timer deve ser feito por um profissional. No entanto, existem algumas verificações que você pode fazer se suspeitar que o problema esteja relacionado a esta peça. Pode até ser possível que você mesmo instale um novo timer.

Primeiro passo: desligue a máquina de lavar da tomada. Para acessar o timer, remova os botões e o painel de controle. Em alguns casos será no painel frontal, em outros, pode ser que o caminho ao timer se encontre por algum painel traseiro. Cuidadosamente examine a fiação que conecta o timer às outras partes da máquina. Se existir algum fio frouxo ou desconectado, tente colocá-los na posição correta; normalmente eles encaixam em seus devidos terminais como plugues. Utilize alicates longos para evitar o rompimento das conexões, nunca puxe um fio com a mão.

Segundo passo: para testar o timer utilize um voltímetro configurado na escala RX1. Desconecte a força deste botão e prenda cada uma das sondas do voltímetro em uma das direções. O voltímetro deve indicar o número zero se o timer estiver funcionando. Como este é um botão múltiplo, teste cada um dos terminais de ciclos possíveis separadamente. O ponteiro deve indicar zero em todos eles. Se houver uma ou mais indicações acima de zero, o timer está com problemas e deve ser trocado.

Terceiro passo: para trocar o timer, desparafuse e desconecte o antigo. Instale um novo timer especificamente feito para o modelo da máquina de lavar que possui. Se existirem muitas fiações ligadas ao botão peça para que uma pessoa o ajude segurando o novo timer ao lado do antigo durante o conserto. Para não se confundir durante o processo, desconecte as fiações antigas uma de cada vez para, assim, conectar as novas fiações correspondentes separadamente. Outra opção é desenhar um diagrama com as conexões antes de remover o timer antigo. Depois que instalar todos os fios, verifique novamente as conexões para, somente então, instalar o novo botão.

Na próxima seção, iremos analisar dois dos elementos mais importantes de uma máquina de lavar, as válvulas de entrada da água e o agitador.


Consertando as válvulas, a tina e o agitador

Se a sua lavadora está transbordando ou é excessivamente barulhenta, as dicas desta página podem ajudá-lo a resolver o seu problema.

Consertando as válvulas de entrada da água

Se a sua lavadora não está recebendo água ou este processo está muito lento, se transborda ou a água se encontra em uma temperatura errada, as válvulas de entrada da água podem estar com problemas. Esses componentes são simples de se encontrar, fáceis de se trocar e tudo isso a um custo baixo. Ao suspeitar de algum problema nas válvulas, primeiramente, certifique-se de que as torneiras estejam ligadas e de que as válvulas correspondentes se encontrem corretamente conectadas às entradas de água fria e de água quente. Verifique, então, o interior das válvulas, se eles estiverem entupidos, limpe-os ou troque-os. Se a água não estiver chegando à tina, coloque no controle de temperatura a opção QUENTE e se a água não correr, mude para a opção MORNA. Se a água que sair for fria, o problema está na válvula de água quente. Reverta o processo para testar a válvula de água fria ou seja, primeiro coloque no controle de temperatura a opção FRIA e depois passe para a MORNA. Se a tina transbordar, desligue a máquina da tomada. Se ainda assim houver fluxo de água, a válvula está aberta e emperrada. Em qualquer um desses casos pode ser necessária a troca destes componentes. Para verificar a instalação das válvulas:

 

Se uma válvula de entrada está com problemas, cheque o seu interior e as conexões hidráulicas.
2006 Publications International, Ltd.
Se uma válvula de entrada está com problemas, cheque o seu interior e as conexões hidráulicas.Tente bater gentilmente nos solenóides; se isso não funcionar 
troque as instalações das válvulas de entrada.

 

Primeiro passo: remova o painel de serviço traseiro e desconecte das válvulas as mangueiras de água quente e fria.

Segundo passo: remova as mangueiras conectadas às válvulas dentro do corpo da máquina retirando os parafusos que as ligam. Desconecte, também, a fiação dos terminais. As válvulas de entrada possuem solenóides (uma espiral com uma fiação que suporta uma corrente) em seu interior. Estes também podem ser testados, mas as maiores chances são de que as próprias válvulas estejam esgotadas.

Terceiro passo: bata levemente nos solenóides com uma chave de fenda. Caso isso não resolva, troque toda a instalação das válvulas de entrada. Reparos custam, normalmente, mais do que a substituição das peças antigas por novas. Mas sempre tenha em mente que as peças novas precisam ser exatamente do mesmo tipo das substituídas. Faça esta instalação na ordem reversa que usou para desmontar as conexões antigas.

Consertando a tina e o agitador

 

Troque um agitador danificado por um novo do mesmo tipo.
2006 Publications International, Ltd.
Troque um agitador danificado por um novo do mesmo tipo.Desaparafuse a tampa  na parte superior do agitadore puxe-o para  cima: ele deve sair.

 

A tina ou cesta, da máquina de lavar geralmente não causa problemas. No entanto, pode acontecer dessa peça danificar as roupas, fazer muito barulho, vibrar ou parar completamente.

Se a roupa for rasgada durante o ciclo de lavagem, procure por irregularidades na superfície da tina. Se encontrar um ponto áspero, pode ser possível alisá-lo com a ajuda de uma lixa. Se tentar lixar este ponto e não obtiver resultados ou se precisou chegar ao metal para tirar a aspereza, a tina deve ser trocada. Neste caso, a melhor idéia é, provavelmente, trocar de máquina de lavar.

O agitador, parte que se encaixa no eixo da tina, também pode danificar as roupas caso suas hélices estejam rachadas ou quebradas. Uma solução temporária é abrandar as lascas usando um alicate para, ao modelar o plástico, diminuir as áreas prejudicadas. Mas isto é como tampar o sol com a peneira; o agitador precisa ser substituído.Troque o agitador antigo por um novo do mesmo modelo. Para fazer isso, desaparafuse a tampa no topo desta peça, retire-a e puxe a peça toda para cima, ela deve sair. Caso não consiga movê-la, tente bater algumas vezes na sua lateral com um martelo. Se ainda assim não conseguir retirá-la, calque a parte inferior do agitador para desalojá-lo e, então, colocar o novo agitador em seu lugar e trocar a sua tampa.

Danos ao snubber, um componente de forma arredondada e achatada, normalmente localizado abaixo da tampa do agitador, pode causar à máquina vibrações excessivas. Essa peça pode possuir uma suspensão de molas em seu interior. Tire a tampa do agitador e examine o snubber. Se a mola estiver quebrada ou o disco estiver visivelmente gasto, troque esta peça toda. Snubbers também podem ser encontrados na proteção contra respingos, no topo da tina (abaixo da transmissão) ou juntos ao sistema de bombeamento da água. Procure-os até encontrá-los.

Se a máquina não possuir snubbers, procure por ruídos na unidade de suspensão entre a tina e o corpo da máquina. Esta unidade possui estabilizadores ou discos que podem necessitar substituições. Em alguns casos, toda a unidade de suspensão deve ser trocada. Outro ponto que pode provocar ruídos é a porca do suporte da cesta. Aperte-a se possível, caso contrário, troque-a.

Paradas repentinas da tina podem ser causadas pela quebra da correia do motor, mas normalmente elas ocorrem devido a problemas com a própria roupa. Verifique se não existem peças molhadas em volta do fundo do eixo da tina ou, ainda, abaixo de peças como o agitador e o cesto. Remova essas peças para retirar a roupa mais facilmente.

Iremos concluir o nosso passeio pelas máquinas de lavar na próxima página, com dicas para o conserto da bomba de água, das correias, das polias e do motor.

Consertando problemas com a água, correias, polias e ao motor

Nesta página, iremos explorar alguns dos componentes mecânicos de uma máquina de lavar, como as correias, as polias e o motor. Primeiramente, temos algumas dicas para problemas relacionados à água.

Soluções para problemas de vazamentos

Vazamentos em uma máquina de lavar são, normalmente, difíceis de se localizar. Existem inúmeras possibilidades a considerar. O problema pode ser uma conexão frouxa, uma mangueira furada, um componente quebrado ou um selante mal aplicado. Pode ser, também, um furo na tina. Se este for o caso, a melhor solução é trocar de lavadora.

A maioria dos vazamentos pode ser resolvida apertando as conexões hidráulicas e substituindo os componentes deteriorados. Para acabar com um vazamento:

Primeiro: verifique se a tampa está bem selada, se não, troque a arruela de vedação.

Segundo: verifique as mangueiras conectadas às torneiras. Aperte as conexões ou troque as peças.

Terceiro: verifique as mangueiras conectadas às válvulas de água. Aperte as conexões ou troque as peças.

Quarto: verifique as mangueiras de drenagem. Aperte as conexões ou troque as peças.

Quinto: verifique as torneiras de entrada. Aperte as conexões ou troque as peças.

Sexto: verifique a guarda contra respingos. Aperte as conexões ou troque a peça.

Sétimo: verifique todas as válvulas de plástico. Aperte as conexões ou troque as peças.

Oitavo: verifique a mangueira de drenagem da saída. Aperte as conexões ou troque a peça.

Nono: verifique a bomba de água com os procedimentos descritos a seguir.

Consertando a bomba de água

De todos os componentes de uma máquina de lavar, a bomba de água provavelmente é a que mais sofre, pois está constantemente em uso. Quando a bomba falha, você pode ver o sistema de drenagem da água para fora da tina parar de funcionar ou escutar um alto ressôo de dentro da máquina. Siga os passos abaixo para solucionar esse problema:

 

Separe a bomba e limpe todos os fragmentos em seu interior. Limpe, também, resíduos que estejam nos tubos de água.
2006 Publications International, Ltd.
Separe a bomba e limpe todos os fragmentos
em seu interior. Limpe, também, resíduos
que estejam nos tubos de água.

 

Primeiro: verifique as mangueiras de drenagem para ter certeza de que elas estejam funcionando adequadamente. Depois, remova as mangueiras de suprimento de água localizadas na parte traseira da lavadora. Com alicates longos, extraia os filtros de entrada das válvulas ou tire-os diretamente das mangueiras. Lave tudo cuidadosamente. Reponha-os e reconecte as mangueiras. Se a máquina continuar tremendo ou não apresentar drenagem, examine a bomba.

Segundo: para acessar a bomba, primeiro retire toda a água da tina da máquina e depois tombe a lavadora para frente, utilizando alguma proteção no chão para não danificar o acabamento. Remova o painel de serviço traseiro. A bomba é normalmente localizada ao longo do fundo da máquina, mas com a lavadora tombada para frente é mais fácil retirá-la pela parte de trás do que pela parte de baixo.

Terceiro: localize a bomba. Ela possui duas mangueiras largas anexadas com clipes de mola ou de grampo. Se estes forem do primeiro tipo, aperte com alicates as duas extremidades do clipe ao mesmo tempo para soltá-los. Se forem do segundo, desparafuse o colar de metal para afrouxar o grampo. Desconecte as mangueiras puxando-as. Se estas estiverem com dobras ou ondulações nas conexões, deixe-as mais retas possíveis e reconecte-as. Ligue a máquina e verifique se as dobras não eram a causa do problema. Se este persistir, você terá que remover a bomba de água.

Quarto passo: para remover a bomba, solte o ferrolho que mantém a correia de direção esticada e mova no encaixe do motor da máquina de lavar para soltá-la. Tire o motor do caminho e desconecte a bomba, que é, normalmente, presa por dois ou três ferrolhos hexagonais localizados na parte de baixo do seu conjunto. Quando for retirar o último dos suportes, sustente a bomba com a sua mão, para então retirá-la da lavadora.

Quinto passo: se puder, analise a bomba separadamente, pois o problema pode estar sendo causado por fiapos, sujeira ou pedaços de roupa e de papel obstruindo o sistema de impulsão desta peça. Limpe todos os resíduos no interior da bomba e nos tubos de água. Após esta limpeza, remonte e reinstale a bomba na máquina e teste-a. Se este procedimento não der resultados ou se for impossível retirar o sistema do corpo da lavadora, substitua as peças antigas por novas do mesmo modelo.

Sexto: para instalar uma nova bomba, a coloque na posição adequada e conecte os ferrolhos ao redor do local deste sistema. Coloque o motor novamente em sua posição e aperte a correia de direção, com um martelo ou com uma pequena barra de ferro, para deixá-la esticada. Ela deve ter aproximadamente 1,3 cm de desvio ao ser pressionada em seu ponto central, entre as duas polias.

Sétimo: reconecte as mangueiras que passam pela bomba.

Substituindo correias de direção e apertando polias

A correia (ou correias) de direção de uma máquina de lavar pode se tornar gasta ou danificada, tornando a lavadora barulhenta ou fazendo-a parar de funcionar completamente. A troca de uma correia danificada é uma tarefa de fácil execução. Remova o painel traseiro da máquina para ganhar acesso a este componente. Para removê-lo, siga os procedimentos abaixo:

Primeiro: afrouxe o ferrolho no suporte do motor e mova toda esta peça para deixar a correia solta.

Segundo: remova a correia antiga e estique a nova no local certo, nas polias.

Terceiro: para aplicar tensão a nova correia use um martelo ou uma pequena barra de ferro para empurrar o motor à sua posição enquanto aperta o ferrolho no suporte ajustável. A correia deve ter aproximadamente 1,3 cm de desvio ao ser pressionada em seu ponto central, entre as duas polias. Se a correia estiver muito frouxa, irá se soltar das polias e causar o mau funcionamento da máquina. Ao contrário, se ela estiver muito apertada, irá se desgastar rapidamente e esquentará tanto a ponto de exalar um cheiro de queimado ou até mesmo soltar fumaça.

Polias soltas também podem causar problemas. A maioria delas está presa aos eixos por parafusos ao redor de seu centro. Esses parafusos devem ser bem apertados ou então as polias ou a correia podem deslizar. O mau funcionamento resultante pode parecer relacionado a um motor defeituoso, no entanto, pode ser consertado apenas com os procedimentos descritos acima. Por esta razão, sempre verifique as polias e a correia antes de mexer no motor.

Consertando o motor

Na maioria dos casos, defeitos no motor devem ser examinados por um profissional, não tente consertá-lo sozinho. Mas se o motor for do tipo universal, você pode trocar as tachas de carbono gastas quando a peça estiver faiscando. Para economizar o dinheiro que gastaria em um atendimento domiciliar, remova o motor e leve apenas esta peça em uma assistência especializada. Então, reinstale o motor consertado ou o novo, você mesmo. Para ter acesso a esta peça, remova o painel traseiro da máquina de lavar, o motor se localiza montado em um suporte ajustável.

Existe um problema no motor que você pode consertar sozinho. Máquinas de lavar normalmente possuem um protetor de sobrecarga anexado ao motor e, quando este componente falha, o motor pára de funcionar. Antes de levar o motor ao conserto, teste o protetor com um voltímetro configurado na escala RX1. Desconecte um dos fios de energia do protetor e prenda uma das sondas do voltímetro em cada terminal. A agulha deve indicar o número zero. Qualquer leitura diferente indica um protetor defeituoso, esta peça, então, deve ser substituída. Retire-o com uma chave de fenda e troque-o por um novo protetor especificamente feito para o modelo de motor da sua máquina. Conecte a peça nova da mesma maneira que a antiga estava.

Consertar uma máquina de lavar pode ser um projeto frustrante de reparo doméstico, pois ela possui tantos ciclos e funções diferentes que nem sempre é fácil descobrir o que está acontecendo de errado. Mas com as dicas de conserto deste artigo, o seu maior problema será organizar tanta roupa limpa.

fonte:Publications International, Ltd.

 

publicado por adm às 20:09 | comentar | favorito